Cos­ta de­mo­rou 6m47s a lim­par ma­tas por in­di­ca­ção mé­di­ca por­que mais do que is­so apro­xi­ma­vam-no do tra­ba­lho vo­lun­tá­rio na Festa do Avan­te

Publico - Inimigo - - PRIMEIRA PÀGINA -

O pri­mei­ro-mi­nis­tro apre­sen­tou on­tem um ates­ta­do mé­di­co a jus­ti car a ma­ra­to­na de 6 mi­nu­tos e 47 se­gun­dos a lim­par ma­tas no sá­ba­do pas­sa­do. Por or­dem do seu or­to­pe­dis­ta, An­tó­nio Cos­ta foi proi­bi­do de tra­ba­lhos na área ores­tal su­pe­ri­o­res a 6 mi­nu­tos e 48 se­gun­dos por­que is­so po­de­ria apro­xi­má­lo pe­ri­go­sa­men­te de uma equi­pa­ra­ção ao tra­ba­lho vo­lun­tá­rio dos mi­li­tan­tes co­mu­nis­tas na Festa do Avan­te. “Foi uma de­ci­são mé­di­ca com re­le­vân­cia ide­o­ló­gi­ca. Não ia cair bem em Ber­lim ou na Gold­man Sa­chs ou no Clu­be de Bil­der­berg ve­rem o PM por­tu­guês ar­ma­do em Ber­nar­di­no So­a­res a pre­gar tá­bu­as do balcão da bar­ra­ca das bi­fa­nas da Ata­laia”, con rmou ao IP uma fon­te pró­xi­ma do go­ver­no (Cos­ta).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.