Mun­di­al: Fer­nan­do Santos es­cla­re­ce que pés­si­ma exi­bi­ção foi já um boi­co­te à Rússia

Publico - Inimigo - - INCÊNDIOS -

Que ver­go­nha! O cam­peão eu­ro­peu le­vou três se­cos de uma se­lec­ção que nem se­quer se qua­li­fi­cou para o Mun­di­al de 2018. Mas Fer­nan­do Santos já es­cla­re­ceu que o hor­rí­vel de­sem­pe­nho de­fen­si­vo da equi­pa de­veu-se a fac­to­res ex­tra­fu­te­bol e foi pro­po­si­ta­do. “Apro­vei­tá­mos o jo­go com a Ho­lan­da para apre­sen­tar um pro­tes­to po­lí­ti­co. Não po­de­mos acei­tar que um país que vai or­ga­ni­zar um cam­pe­o­na­to do mun­do pos­sa en­ve­ne­nar as pes­so­as à von­ta­de e que na­da acon­te­ça. Nós não va­mos dei­xar que o Pu­tin use a Se­lec­ção Na­ci­o­nal e o Cris­ti­a­no Ro­nal­do para pro­mo­ver o seu re­gi­me e lim­par a ima­gem nu­ma com­pe­ti­ção in­ter­na­ci­o­nal. O nos­so go­ver­no é uma cam­ba­da de co­ni­nhas que nem to­ma­tes tem para expulsar um di­plo­ma­ta rus­so. Eu dis­se à mi­nha mu­lher que vol­ta­va para ca­sa no dia 25 de Junho lo­go de­pois do jo­go com o Irão na fa­se de gru­pos”, re­ve­lou Fer­nan­do Santos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.