Cam­brid­ge Analy­ti­ca con­tra­tou mi­lha­res de por­tei­ras em Por­tu­gal

Publico - Inimigo - - ESTÁ TUDO A CORRER BEM -

De­pois de 87 mi­lhões de pes­so­as te­rem si­do ana­li­sa­das de for­ma ile­gal pe­lo al­go­rit­mo da Cam­brid­ge Analy­ti­ca, Ch­ris­topher Wy­lie, o ex-fun­ci­o­ná­rio da em­pre­sa que de­nun­ci­ou a his­tó­ria, foi mais lon­ge e de­nun­ci­ou uma po­de­ro­sa re­de de por­tei­ras que ti­nha co­mo mis­são fa­zer a re­co­lha de da­dos pes­so­ais dos mo­ra­do­res dos pré­di­os pa­ra se­rem uti­li­za­dos pa­ra ns pou­co lí­ci­tos. “O Fa­ce­bo­ok tem aces­so a uma par­te da vi­da das pes­so­as, mas as por­tei­ras têm aces­so à vi­da real e is­so va­le mui­to di­nhei­ro. So­mos mi­lhões em to­do o mun­do e so­mos o ver­da­dei­ro po­der ocul­to que do­mi­na as pes­so­as. Go­o­gle e Fa­ce­bo­ok são mi­ga­lhas. Gra­ças à mi­nha equi­pa de por­tei­ras em Por­tu­gal, In­gla­ter­ra, Rús­sia e Es­ta­dos Uni­dos é que foi pos­sí­vel o Bre­xit e a vi­tó­ria do Do­nald Trump”, tes­te­mu­nhou Do­na Ado­zin­da ao Se­na­do nor­te­a­me­ri­ca­no. JH

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.