o Ini­mi­go Pú­bli­co

Publico - Inimigo - - PRIMEIRA PÀGINA - Se não acon­te­ceu, po­dia ter acon­te­ci­do

Blo­co apro­va or­ça­men­to se Ca­ta­ri­na as­si­nar pes­so­al­men­te to­dos os che­ques de re­em­bol­sos do IRS

Aca­ba­ram os re­em­bol­sos de im­pos­tos por trans­fe­rên­cia ban­cá­ria. Ca­ta­ri­na Mar­tins deu um mur­ro e meio na me­sa e con­se­guiu du­as vi­tó­ri­as na ne­go­ci­a­ção or­ça­men­tal com o PS: 1) pas­sa a as­si­nar to­dos os che­ques de de­vo­lu­ção de IRS com o seu no­me na font Ari­al He­roí­na Ca­mi­li­a­na Light e o emo­ji com as es­tre­las nos olhos e o ou­tro do coração mes­mo gran­de (um mur­ro); 2) Cos­ta vai ofe­re­cer o car­go de di­rec­to­ra-ge­ral da saú­de a uma das ir­mãs Mor­tá­gua, uma qual­quer à es­co­lha de Fran­cis­co Lou­çã (meio mur­ro). O acor­do vai ser anun­ci­a­do ho­je, nos Pas­sos Per­di­dos do Par­la­men­to, na pre­sen­ça das prin­ci­pais gu­ras do exe­cu­ti­vo (Cos­ta, Mar­ce­lo e Rio). MB PS pre­ten­de re­com­pen­sar Rui Rio pe­lo apoio el ao Go­ver­no no­me­an­do-o pro­ve­dor dos ani­mais de com­pa­nhia

O Go­ver­no anun­ci­ou a cri­a­ção do no­vo car­go de Pro­ve­dor dos Ani­mais de Com­pa­nhia e a opi­nião unâ­ni­me no PS é que de­ve ser en­tre­gue a Rui Rio pe­la sua de­li­da­de ca­ni­na ao Exe­cu­ti­vo em ge­ral e a An­tó­nio Cos­ta em par­ti­cu­lar. Rui Rio vai acei­tar a no­me­a­ção por­que per­ce­be de bi­cha­ra­da, ten­do tra­ta­do nos úl­ti­mos anos os de­pu­ta­dos da ban­ca­da par­la­men­tar do PSD co­mo se fos­sem cães va­di­os de ra­ças po­ten­ci­al­men­te pe­ri­go­sas que so­frem de rai­va. Mar­ce­lo Re­be­lo de Sou­sa foi ou­tro no­me avan­ça­do para o car­go por­que pas­sou to­do man­da­to a cui­dar dos Go­ver­nos de An­tó­nio Cos­ta co­mo se fos­sem hams­ters. VE Pro­jec­to do PAN: Cor­ri­da mas­si­va às lo­jas de ani­mais para com­prar aquá­ri­os e pei­xes para fal­tar ao tra­ba­lho qu­an­do fa­le­ce­rem

A de­pu­ta­da não ins­cri­ta Cris­ti­na Ro­dri­gues de­fen­de que o lu­to por ani­mais de com­pa­nhia de­ve per­mi­tir a jus­ti ca­ção de fal­tas no tra­ba­lho e deu en­tra­da na As­sem­bleia da Re­pú­bli­ca de dois pro­jec­tos de lei. Os por­tu­gue­ses es­tão a in­va­dir lo­jas de ani­mais e es­tão a ad­qui­rir bi­chos com es­pe­ran­ça mé­dia de vi­da mais cur­ta. “Coi­ta­di­nho do Ne­mo, fa­zia-me tan­ta com­pa­nhia nes­ta al­tu­ra de pan­de­mia em que me sen­tia mui­to so­zi­nho e ele pre­en­cheu um enor­me va­zio na mi­nha vi­da. Par­ti­lhá­va­mos tu­do. Ele era mui­to meu ami­go. Nun­ca me exi­giu na­da, sem­pre el, ao con­trá­rio de cer­tas pes­so­as. Só fal­ta­va mes­mo fa­lar. E para a se­ma­na vai fa­le­cer a Dory, coi­ta­di­nha, a água do aquá­rio apa­nhou Covid e ela não so­bre­vi­veu. E vou pes­qui­sar mais no­mes de pei­xes de lmes famosos na Wi­ki­pé­dia para de­pois com­prar nas pró­xi­mas se­ma­nas. Es­tou de ras­tos, meu Deus, não te­nho mes­mo con­di­ções psi­co­ló­gi­cas para tra­ba­lhar”, la­men­ta­va o fun­ci­o­ná­rio de uma em­pre­sa en­quan­to dei­ta­va os pei­xes pe­la sa­ni­ta abai­xo e pu­xa­va o au­to­clis­mo. JH

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.