Fa­zer a ar­qui­tec­tu­ra (tam­bém) sair da ga­ra­gem

Publico - Ipsilon - - Sumário -

A ex­po­si­ção mo­no­grá­fi­ca Fernando Guer­ra: Raio X de uma prá­ti­ca fo­to­grá­fi­ca, a inau­gu­rar a 11 de Ju­lho, vem ain­da da agen­da da tem­po­ra­da an­te­ri­or. Mas a con­fe­rên­cia que a ar­qui­tec­ta Anna Puig­jan­ner apre­sen­ta a 6 de Ju­nho, Kit­chen­less city, tem já a mar­ca da no­va pro­gra­ma­ção da Ga­ra­gem Sul do Cen­tro Cul­tu­ral de Be­lém (CCB), que des­de o iní­cio des­te ano é da res­pon­sa­bi­li­da­de de An­dré Ta­va­res, em par­ce­ria com Ma­da­le­na Reis. “O nos­so ob­jec­ti­vo é mos­trar que a ar­qui­tec­tu­ra não diz só res­pei­to aos ar­qui­tec­tos, e abrir o programa a ou­tras áre­as cen­tran­do o de­ba­te mais nas idei­as e me­nos nas per­so­na­li­da­des”, diz ao Íp­si­lon o ex-co­mis­sá­rio ge­ral da Tri­e­nal de Ar­qui­tec­tu­ra de Lis­boa 2016. Daí que o programa de ex­po­si­ções pa­ra a tem­po­ra­da 2017/18, di­vul­ga­do es­ta ter­ça-fei­ra no CCB, evi­te cen­trar-se ape­nas na mo­no­gra­fia e se mos­tre mais abran­gen­te. Abre, a 14 de Novembro, com a apre­sen­ta­ção em Lis­boa da mos­tra que re­pre­sen­tou Por­tu­gal na XV Bi­e­nal de Ve­ne­za (2016), Neigh­bourho­od, whe­re Alvaro me­ets Al­do, on­de os co­mis­sá­ri­os Nuno Gran­de e Ro­ber­to Cre­mas­co­li reu­ni­ram e do­cu­men­ta­ram, sob o mo­te da “vi­zi­nhan­ça”, qua­tro pro­jec­tos no do­mí­nio da ha­bi­ta­ção so­ci­al que mar­ca­ram a car­rei­ra de Ál­va­ro Si­za: Bair­ro da Bou­ça, Por­to; Cam­po de Mar­te, Ve­ne­za; Sch­le­sis­ches Tor, Ber­lim; e Schil­derswijk, Haia. Em Mar­ço do pró­xi­mo ano, com inau­gu­ra­ção no dia 6, Pa­ris Haus­s­mann: Co­mo cons­truir Pa­ris?, ex­po­si­ção co­mis­sa­ri­a­da por Be­noit Jal­lon, Um­ber­to Na­po­li­ta­no e Franck Bout­té — e que es­te do­min­go se des­pe­de do Pa­vi­lhão do Arsenal, na ca­pi­tal fran­ce­sa -, vai mos­trar co­mo o ba­rão Ge­or­ges-Eugè­ne Haus­s­mann (1809-1891) ma­pe­ou es­ta ci­da­de dan­do-lhe a iden­ti­da­de que ho­je co­nhe­ce­mos. Se­guir-se-á, a 10 de Ju­lho, His­tó­ri­as cons­truí­das, co­mis­sa­ri­a­da por Ro­dri­go Cos­ta Li­ma e Amé­lia Bran­dão. Tra­ta-se de uma vi­a­gem aos bas­ti­do­res da ar­qui­tec­tu­ra, “so­bre a for­ma co­mo a ar­qui­tec­tu­ra é pro­du­zi­da, cons­truí­da e uti­li­za­da”, diz a no­ta de im­pren­sa da Ga­ra­gem Sul. “A ar­qui­tec­tu­ra tem um pa­pel mui­to re­le­van­te na so­ci­e­da­de por­tu­gue­sa, mas o seu re­co­nhe­ci­men­to so­ci­al é ain­da mui­to frá­gil — é es­ta Anna Puig­jan­ner, ar­qui­tec­ta e in­ves­ti­ga­do­ra ca­ta­lã, vi­rá a Lis­boa fa­lar so­bre as ex­pe­ri­ên­ci­as de ha­bi­ta­ções co­lec­ti­vas a mis­são da Ga­ra­gem CCB: alar­gar e ex­pan­dir o qua­dro da ar­qui­tec­tu­ra em Por­tu­gal”, diz tam­bém An­dré Ta­va­res a en­qua­drar a no­va pro­gra­ma­ção. E ou­tro exem­plo da aten­ção à ver­ten­te so­ci­al da dis­ci­pli­na é a con­fe­rên­cia de Anna Puig­jan­ner, ar­qui­tec­ta e in­ves­ti­ga­do­ra ca­ta­lã que vi­rá a Lis­boa abrir es­te no­vo ci­clo das Con­fe­rên­ci­as da Ga­ra­gem, e dar tes­te­mu­nho do seu tra­ba­lho so­bre as ex­pe­ri­ên­ci­as de ha­bi­ta­ções co­lec­ti­vas na se­gun­da me­ta­de do sé­cu­lo XIX nos Es­ta­dos Uni­dos, qu­an­do o processo de in­dus­tri­a­li­za­ção le­vou ar­qui­tec­tos a de­se­nhar ha­bi­ta­ções em vol­ta de co­zi­nhas e ou­tros ser­vi­ços do­més­ti­cos co­lec­ti­vos. No mês se­guin­te, a 4 de Ju­lho, o ar­qui­tec­to bel­ga Ma­ar­ten Gi­e­len fa­la­rá da ex­pe­ri­ên­cia do co­lec­ti­vo Ro­tor no do­mí­nio do tra­ta­men­to e re­ci­cla­gem dos ma­te­ri­ais e dos des­per­dí­ci­os. Após o Ve­rão, as Con­fe­rên­ci­as da Ga­ra­gem pros­se­guem com in­ter­ven­ções de Sam Jacob (3 de Ou­tu­bro), cu­jo es­tú­dio tra­ba­lha tam­bém nas áre­as do de­sign e pro­jec­tos de cu­ra­do­ria; e com Bê­ka & Le­moi­ne (28 de Novembro), au­to­res do acla­ma­do do­cu­men­tá­rio Ko­o­lha­as Hou­se­li­fe, a mos­trar as su­as pro­du­ções fíl­mi­cas so­bre ar­qui­tec­tu­ra. Já em 2018, a ar­qui­tec­ta do Ban­gla­desh Marina Ta­bas­sum (13 de Mar­ço) vai fa­lar da cons­tru­ção tra­di­ci­o­nal no seu país; e o suí­ço Lau­rent Stal­der (8 de Maio) vai mos­trar co­mo a ar­qui­tec­tu­ra evo­luiu nos úl­ti­mos dois sé­cu­los em fun­ção das no­vas des­co­ber­tas tec­no­lo­gi­as. A or­ga­ni­za­ção de vi­si­tas gui­a­das as­so­ci­a­das aos te­mas das ex­po­si­ções e de vá­ri­as ac­ções de ser­vi­ço edu­ca­ti­vo (ofi­ci­nas, ac­ções de for­ma­ção, ci­clos de ci­ne­ma .) faz tam­bém par­te do ca­len­dá­rio de ac­ti­vi­da­des da Ga­ra­gem Sul. Sérgio C. An­dra­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.