“So­mos ra­pa­zes da in­ter­net que fa­zem coi­sas à an­ti­ga”

Publico - Ipsilon - - Sumário - Ví­tor Be­lan­ci­a­no, em Lon­dres

Éno co­ra­ção do Soho, um dos bair­ros mais mo­vi­men­ta­dos de Lon­dres, mas o pas­se­an­te in­cau­to di­fi­cil­men­te dá por ele, não exis­tin­do in­di­ca­ção ex­te­ri­or que de­nun­cie um dis­cre­to bar que, lo­go à en­tra­da, dei­xa o vi­si­tan­te sem sa­ber se es­tá num am­bi­en­te an­ti­qua­do ou num in­qua­li­fi­cá­vel es­pa­ço mo­der­nis­ta. Faz sen­ti­do que te­nha si­do aí que o en­con­tro com os Alt-J se deu. Co­mo a sua mú­si­ca, é um lu­gar que pa­re­ce des­lo­ca­do no tem­po, mas tal­vez por is­so tão adap­tá­vel à con­tem­po­ra­nei­da­de, com qu­al­quer coi­sa de mís­ti­co, con­ve­ni­en­te para o re­co­lhi­men­to so­li­tá­rio ou para o en­con­tro co­mu­ni­tá­rio.

Foi aí que fo­mos en­con­trar Joe New­man (voz e gui­tar­ra) e Gus Un­gerHa­mil­ton (te­clas e voz). De fo­ra fi­cou Thom Sonny Gre­en (ba­te­ria). “Es­ta­mos mui­to can­sa­dos”, avi­sam lo­go. Per­ce­be-se. Es­ti­ve­ram du­as se­ma­nas nos Es­ta­dos Uni­dos e mais uma na Aus­trá­lia. Re­gres­sa­ram à Eu­ro­pa há uma se­ma­na. Mo­ti­vo? Têm ál­bum no­vo, Re­la­xer, e a co­mu­ni­ca­ção do mes­mo é ine­vi­tá­vel. “Às ve­zes pa­re­ce que nos can­sa­mos mais nes­tas ac­ti­vi­da­des do que qu­an­do an­da­mos em di­gres­são. Aca­ba por ser uma for­ma de te­ra­pia por­que nos obri­ga a re­flec­tir de on­de vi­e­mos e on­de es­ta­mos ago­ra, mas po­de ser tam­bém can­sa­ti­vo”, afir­ma Gus, rin­do-se, com Joe a lan­çar de se­gui­da, co­mo se o qui-

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.