Ford ima­gi­nou

Publico - Ipsilon - - Sumário -

Ago­ra, foi anun­ci­a­do que Her­zog vai vol­tar ao sí­tio on­de não foi lá muito fe­liz, des­ta fei­ta co­mo realizador e produtor exe­cu­ti­vo de uma sé­rie de te­le­vi­são, For­dlan­dia. Que, ao con­trá­rio da mai­o­ria dos pro­jec­tos do idi­os­sin­crá­si­co Her­zog, é es­cri­to por ou­tra pes­soa. Nes­te ca­so, Ch­ris­topher

Wil­kin­son, res­pon­sá­vel pe­los ar­gu­men­tos de fil­mes cen­tra­dos em fi­gu­ras re­ais co­mo Ni­xon — que lhe va­leu a no­me­a­ção para um Óscar —, Ali ou Mi­les Ahe­ad.

A sé­rie, ba­se­a­da num li­vro do his­to­ri­a­dor Greg Gran­din que foi edi­ta­do em 2010 e foi fi­na­lis­ta do Pulitzer para História, cen­trar-se-á em For­dlân­dia, uma pe­que­na ci­da­de à ame­ri­ca­na que Henry Ford, o mag­na­ta da in­dús­tria au­to­mó­vel, fundou no meio da Ama­zó­nia bra­si­lei­ra, mais es­pe­ci­fi­ca­men­te em Aveiro, es­ta­do do Pa­rá, e que foi um fa­lhan­ço enor­me. É uma história Her­zo­gi­a­na: um pro­jec­to me­ga­ló­ma­no de alguém de­ter­mi­na­do que, con­tra to­das as ad­ver­si­da­des, ten­tou le­var à fren­te a sua von­ta­de, tal co­mo o pro­ta­go­nis­ta e o realizador de Fitz­car­ral­do. Ainda não há in­for­ma­ções sobre on­de ou quan­do a sé­rie se­rá trans­mi­ti­da. Nes­te mo­men­to, o pro­jec­to es­tá ainda a ser de­sen­vol­vi­do, em fa­se de pré-pro­du­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.