Sau­da­des

Record (Portugal) - - OPINIÃO -

es­tá o meu Atlé­ti­co Wan­da Me­tro­po­li­ta­no! Por mo­ti­vos pro­fis­si­o­nais, não pu­de ir a Ma­drid e vi o jogo com o Má­la­ga pe­la te­le­vi­são. O estádio é ma­ra­vi­lho­so. Eu sei que o Mun­do mu­dou e já ti­ve opor­tu­ni­da­de de me des­pe­dir do mí­ti­co Vi­cen­te Cal­de­rón, on­de pas­sei vá­ri­os dos mo­men­tos mais mar­can­tes e ines­que­cí­veis da minha vi­da. Con­fes­so que ten­tei mu­dar o chip. An­tes de co­me­çar o jogo, e até ao minuto 20, es­ta­va fe­liz. Mas de- pois che­gou nos­tal­gia e o Cal­de­rón per­ma­ne­ceu na minha men­te até ao final do jogo. As­sim que a par­ti­da ter­mi­nou dis­se pa­ra mim mes­mo: ain­da bem que não fui a Ma­drid, por­que o chip ain­da não mu­dou to­tal­men­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.