SÉR­GIO AMARRADO PE­LAS BAIXAS

Le­sões tra­vam ges­tão no ar­ran­que de fa­se de ele­va­da exi­gên­cia. Oá­sis pro­me­ti­do pela pa­ra­gem... es­fu­mou-se

Record (Portugal) - - FC PORTO - NUNO BAR­BO­SA

A pa­ra­gem do cam­pe­o­na­to ti­nha tu­do pa­ra ser benéfica pa­ra o FC Por­to. As du­as se­ma­nas sem com­pe­ti­ção, antes de um ci­clo de­ci­si­vo em vá­ri­as fren­tes, pro­je­ta­vam-se co­mo o ce­ná­rio ide­al pa­ra os le­si­o­na­dos avan­ça­rem na re­cu­pe­ra­ção às res­pe­ti­vas le­sões e pa­ra Sér­gio Con­cei­ção ela­bo­rar uma ges­tão cui­da­da das ar­mas que tem ao dis­por pa­ra os du­e­los se­guin­tes. Po­rém, a re­a­li­da­de fi­cou aquém das ex­pec­ta­ti­vas e o téc­ni­co ain­da viu au­men­tar o nú­me­ro de cli­en­tes do de­par­ta­men­to mé­di­co, fa­ce à lesão con­traí­da por Her­re­ra ao ser­vi­ço do Mé­xi­co. Pre­pa­rar o du­e­lo com o Por­ti­mo­nen­se fi­cou ain­da mais com­pli­ca­do... Ape­sar da Taça de Portugal não es­tar no to­po das pri­o­ri­da­des por­tis­tas pa­ra a épo­ca em cur­so, é sa­bi­do que es­sa é a ce­re­ja que to­da a

OS JO­GA­DO­RES DIS­PO­NÍ­VEIS ES­TA­RÃO SUJEITOS A UM MAI­OR DES­GAS­TE NES­TE PE­RÍO­DO COM COMPROMISSOS DECISIVOS

es­tru­tu­ra pre­ten­de jun­tar ao bo­lo do ob­je­ti­vo mai­or, que pas­sa pela con­quis­ta do cam­pe­o­na­to. Por is­so, em con­di­ções nor­mais, também por o ad­ver­sá­rio ser da Li­ga NOS, Sér­gio Con­cei­ção avan­ça­ria pa­ra a re­ce­ção aos al­gar­vi­os com um on­ze bem pró­xi­mo da­que­le que tem atu­a­do no cam­pe­o­na­to e na Li­ga dos Cam­peões. Ago­ra, fa­ce às le­sões de So­a­res, Otá­vio, Ma­re­ga e Her­re­ra, num plantel já por ele bas­tan­te cur­to em ter­mos de op­ções, é até pos­sí­vel que Sér­gio Con­cei­ção ve­nha a uti­li­zar as mes­mas uni­da­des con­tra Por­ti­mo­nen­se e Be­sik­tas. Res­ta en­tão per­ce­ber se o ca­pi­tão re­cu­pe­ra­rá ou não a tem­po de cons­ti­tuir op­ção na Tur­quia, frente a Qu­a­res­ma, Pe­pe e com­pa­nhia, sen­do cer­to que os res­tan­tes le­si­o­na­dos não têm margem pa­ra es­tar às or­dens nes­se du­e­lo, até por­que, du­ran­te es­te in­ter­reg­no, não su­bi­ram de pa­ta­mar nas su­as res­pe­ti­vas re­cu­pe­ra­ções. Pos­to is­to, mes­mo que ti­ves­se outros pla­nos pa­ra o jo­go de sex­ta­fei­ra, frente ao Por­ti­mo­nen­se, Sér­gio es­tá mes­mo obri­ga­do a avan­çar com o me­lhor on­ze, ape­sar de al­guns dos jo­ga­do­res te­rem es­ta­do ao ser­vi­ço das su­as se­le­ções. Mon­tar a equi­pa pa­ra a Taça de Portugal em fun­ção do jo­go se­guin­te, pa­ra a Li­ga dos Cam­peões, é que es­tá com­ple­ta­men­te fo­ra de ques­tão, pelo que os dis­po­ní­veis es­ta­rão sujeitos, nes­te pe­río­do, a um mai­or des­gas­te fí­si­co. *

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.