“Que nos sir­va de li­ção”

Record (Portugal) - - NEWS - RI­CAR­DO VAS­CON­CE­LOS E RUI SOU­SA

La­te­ral ad­mi­te que na­da cor­reu co­mo ima­gi­na­ram mas ga­ran­te que o gru­po não se vai es­con­der

com a de­si­lu­são es­tam­pa­da no ros­to que Alex Tel­les co­me­çou a abor­dar a pe­sa­da go­le­a­da im­pos­ta pe­lo Liverpool. Os nú­me­ros são du­ros, é ver­da­de, mas o la­te­ral dei­xou a ga­ran­tia de que es­te des­ca­la­bro não vai aba­lar o gru­po às or­dens de Sér­gio Con­cei­ção. “Não es­tá­va­mos à es­pe­ra dis­to. Sa­bía­mos que do ou­tro la­do es­ta­va uma gran­de equi­pa. Há di­as as­sim, em que na­da cor­re co­mo ima­gi­ná­mos. Po­día­mos ter mar­ca­do no iní­cio, ti­ve­mos al­gu­mas opor­tu­ni­da­des, mas não fo­mos efi­ca­zes. Nos oitavos-de-fi­nal de uma pro­va co­mo a Li­ga dos Campeões to­dos os de­ta­lhes são im­por­tan­tes.

“SO­MOS HO­MENS E TE­MOS CA­RÁ­TER. VA­MOS A LIVERPOOL FA­ZER UM GRAN­DE JOGO E HON­RAR A CA­MI­SO­LA”, RE­FE­RIU

Es­ta­mos tris­tes pe­lo re­sul­ta­do mas não aba­la­dos. Ain­da te­mos ou­tros ob­je­ti­vos pa­ra con­quis­tar es­ta épo­ca e que is­to nos sir­va de li­ção”, fri­sou Alex Tel­les, la­men­tan­do que, quan­do o jogo ain­da es­ta­va em­pa­ta­do, os dra­gões não te­nham ti­do a fe­li­ci­da­de de trans­for­mar em go­lo al­gu­mas oca­siões de pe­ri­go jun­to da ba­li­za de Karius: “Quan­do não se apro­vei­ta e do ou­tro la­do es­tá uma equi­pa mui­to qua­li­fi­ca­da, te­mos de es­tar aten­tos a to­das as jo­ga­das. Sa­bía­mos que eles eram mui­to for­tes no con­tra­a­ta­que… Mas is­to não po­de aba­lar­nos, va­mos lu­tar pa­ra re­gres­sar já aos bons re­sul­ta­dos.”

Com um des­van­ta­gem de cin­co go­los, é uma mis­são qua­se im­pos­sí­vel ir a Liverpool ain­da com es­pe­ran­ças de apu­ra­men­to pa­ra os quartos-de-fi­nal da Li­ga dos Campeões. Ape­sar de ter no­ção dis­so mes­mo, Alex Tel­les dei­xa a promessa aos adep­tos que os jo­ga­do­res do FC Por­to vão a In­gla­ter­ra hon­rar a ca­mi­so­la que ves­tem. “O re­sul­ta­do é lon­go. Va­mos a Liverpool pa­ra fa­zer um gran­de jogo. So­mos ho­mens, te­mos ca­rá­ter e não va­mos es­con­der-nos. Re­pre­sen­ta­mos um gran­de clu­be co­mo o FC Por­to e te­mos de hon­rar a ca­mi­so­la”, re­fe­riu o la­te­ral bra­si­lei­ro, dei­xan­do ain­da um agra­de­ci­men­to ao apoio que veio das ban­ca­das do Dra­gão: “Fi­ca­ram a apoi­ar até ao fim e até de­pois do api­to fi­nal. Sen­ti­mo-nos abra­ça­dos por eles.”

Por fim, Alex Tel­les apontou a mi­ra já pa­ra a con­quis­ta da Li­ga, que é a gran­de am­bi­ção pa­ra es­ta épo­ca: “Prin­ci­pal ob­je­ti­vo é ser cam­peão. Es­ta­mos em pri­mei­ro e te­mos uma gran­de opor­tu­ni­da­de de con­quis­tar es­se tí­tu­lo.” *

LUTADOR. La­te­ral re­cu­sa-se a ati­rar a to­a­lha ao chão

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.