“Am­bi­ção é ga­nhar a Li­ga Eu­ro­pa”

Record (Portugal) - - SPORTING - VÍ­TOR AL­MEI­DA GON­ÇAL­VES

Após pas­sa­gem pe­la Cham­pi­ons, o Spor­ting ini­cia ho­je em As­ta­na uma ca­mi­nha­da na Li­ga Eu­ro­pa que es­pe­ra ter­mi­nar ape­nas em... Lyon, a 16 de maio, den­tro de 3 me­ses e 1 dia. O de­sa­fio foi pro­pos­to pe­lo pre­si­den­te, Bru­no de Car­va­lho, e tan­to Jor­ge Je­sus co­mo os jo­ga­do­res res­pon­dem à al­tu­ra. “A am­bi­ção é ga­nhar a Li­ga Eu­ro­pa”, as­su­me Rui Pa­trí­cio, em ex­clu­si­vo a Re­cord, lem­bran­do que es­se ob­je­ti­vo é vá­li­do pa­ra “to­das as ou­tras com­pe­ti­ções”. “Pen­san­do jogo a jogo, uma eli­mi­na­tó­ria de ca­da vez, mas a am­bi­ção é ga­nhar. É es­se o de­se­jo de to­dos nós, de to­dos os spor­tin­guis­tas. Um clu­be co­mo o Spor­ting tem de es­tar ha­bi­tu­a­do a es­tar nes­tas com­pe­ti­ções pa­ra ga­nhar. Va­mos fa­zer o nos­so me­lhor pa­ra is­so acon­te­cer. O mais im­por­tan­te é che­gar­mos à fi­nal por­que as­sim es­ta­re­mos mais per­to de a ga­nhar”, ob­ser­va o ca­pi­tão, que res­pei­ta mas não te­me a con­cor­rên­cia de clu­bes co­mo Atlé­ti­co Madrid, Milan, B. Dort­mund, Ná­po- PRECEDENTE les, Ar­se­nal ou do pró­prio Lyon (que re­ce­be a fi­nal).

Em to­das as fren­tes

Rui Pa­trí­cio não es­que­ce qual é a pri­o­ri­da­de em ter­mos de me­tas, até por ser um tí­tu­lo que ain­da não tem no cur­rí­cu­lo e que o Spor­ting pro­cu­ra re­con­quis­tar na sequên­cia de um je­jum que du­ra des­de 2002. “Qu­e­re­mos ga­nhar to­das as com­pe­ti­ções mas o cam­pe­o­na­to é sem dú­vi­da o prin­ci­pal ob­je­ti­vo do Spor­ting. Já fo­ge há al­guns anos e é um de­se­jo não só meu mas de to­dos os spor­tin­guis­tas”, ar­gu­men­ta o in­ter­na­ci­o­nal por­tu­guês, con­fi­an­te de que es­ta po­de­rá ser a épo­ca des­sa ale­gria, a des­pei­to de os ri­vais con­ti­nu­a­rem mui­to pró­xi­mos na clas­si­fi­ca­ção. “Acre­di­to, por­que es­ta­mos na lu­ta. Pa­ra já es­ta­mos a dis­pu­tar as com­pe­ti­ções to­das. Já ga­nhá­mos o pri­mei­ro tro­féu re­la­ti­vo a es­ta épo­ca. Te­mos mais três em dis­pu­ta. Es­ta­mos na lu­ta pe­lo cam­pe­o­na­to, pe­la Ta­ça de Por­tu­gal e a par­tir de ago­ra pe­la Li­ga Eu­ro­pa”, enu­me­ra, des­ta­can­do a im­por­tân­cia da Ta­ça CTT, nes­te con­tex­to, quer pa­ra o as­pe­to aní­mi­co, no ime­di­a­to, quer pa­ra cri­ar o que Rui Pa­trí­cio en­ten­de ser es­sen­ci­al pa­ra ali­men­tar um clu­be am­bi­ci­o­so: cul­tu­ra de vi­tó­ria.

“Em pri­mei­ro lu­gar, te­mos de es­tar nas fi­nais. É is­so que to­dos os jo­ga­do­res têm de ter em men­te”, rei­te­ra o guar­dião. “Fe­liz­men­te, con­se­gui­mos che­gar à pri­mei­ra e ga­nhar. Só ga­nhan­do tí­tu­los é que se cria o ADN de cam­peão. E quan­to mais se ga­nha mais ADN de vi­tó­ria se tem. É is­so que qu­e­re­mos fa­zer. Qu­e­re­mos cri­ar es­se ADN não só no gru­po mas tam­bém nos adep­tos”, acres­cen­ta Pa­trí­cio, enal­te­cen­do es­se “pi­lar da equi­pa que tem si­do bas­tan­te im­por­tan­te.” “Só com vi­tó­ri­as e tro­féus é que se cria um gru­po ain­da mais for­te”, com­ple­ta.

Cam­pe­o­na­to con­ti­nua a ser pri­o­ri­tá­rio mas ob­je­ti­vo é lu­tar por tu­do. Pa­ra cri­ar ADN de vi­tó­ria

Me­lho­res após o mer­ca­do

A es­se pro­pó­si­to, o lei­ri­en­se con­si­de­ra que o Spor­ting fi­cou mais for­te com os ajus­tes efe­tu­a­dos em ja­nei­ro. “A en­tra­da de jo­ga­do­res vem sem­pre aju­dar a equi­pa. Nós te­mos um gru­po com mui­ta qua­li­da­de, pron­to pa­ra ata­car o que es­tá em dis­pu­ta, com qua­li­da­de, com que­rer, com mui­ta for­ça de von­ta­de. Com a aju­da dos adep­tos, acre­di­to que va­mos lu­tar até ao fi­nal pa­ra con­quis­tar tro­féus”, re­for­ça. *

“SÓ COM TÍ­TU­LOS É QUE SE CRIA O ADN DE CAM­PEÃO. QU­E­RE­MOS CRI­AR ES­SE ADN NÃO SÓ NO GRU­PO CO­MO NOS ADEP­TOS”

ES­TREIA. Rui Pa­trí­cio fez o pri­mei­ro jogo pe­lo Spor­ting fren­te ao Marítimo, na Ma­dei­ra (19/11/2006). O Mar­ra­zes de­fen­deu um pe­nál­ti de Ka­nú, aju­dan­do as­sim os leões a man­ter o re­sul­ta­do de 1-0 até fi­nal do jogo

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.