Top 15

Revista PCGuia Play - - Indice -

Es­te ano foi im­pos­sí­vel es­co­lher dez jo­gos pa­ra o nos­so top e mes­mo alar­gan­do-o ti­ve­mos de dei­xar de fo­ra mui­tos tí­tu­los que bre­ve­men­te vão de­li­ci­ar jo­ga­do­res de to­do o mun­do. Nem se­quer hou­ve um con­sen­so pa­ra os cin­co pri­mei­ros jo­gos, pois mui­tos dos ou­tros po­di­am ter fi­ca­do no to­po da nos­sa lis­ta. Mes­mo não exis­tin­do apre­sen­ta­ções de no­vas con­so­las foi de cer­te­za a me­lhor fei­ra de vi­de­o­jo­gos dos úl­ti­mos dez anos, on­de o jo­go foi “rei e se­nhor” do Los An­ge­les Con­ven­ti­on Cen­ter. Eis a nos­sa se­lec­ção!

STAR WARS BAT­TLE­FRONT

É o so­nho de to­dos os fãs de Star Wars e o co­me­ço de uma no­va era. A re­cri­a­ção de al­gu­mas ba­ta­lhas épi­cas dos fil­mes, a pre­sen­ça de per­so­na­gens jo­gá­veis co­mo Darth Va­der, Lu­ke Skywal­ker, Bo­ba Fett e a pos­si­bi­li­da­de de en­trar num X-Wing, TIE Figh­ter ou mes­mo na mí­ti­ca Mil­len­nium Fal­con faz des­te jo­go da EA a nos­sa pri­mei­ra es­co­lha pa­ra o nos­so top 2015 da E3. Bat­tle­front vai con­tar com um mo­do mul­ti­jo­ga­dor e mui­tas op­ções de per­so­na­li­za­ção. É um so­nho de mi­lhões de fãs tor­na­do re­a­li­da­de: o no­vo Star Wars ve­rá a luz do dia no fi­nal des­te ano. Que a for­ça es­te­ja com to­dos!

EDI­TO­RA: EA

PLA­TA­FOR­MAS: PC, PS4, XBOX ONE

FAL­LOUT 4

De­via ter si­do a nos­sa pri­mei­ra es­co­lha, mas Fal­lout 4 foi ul­tra­pas­sa­do pe­la For­ça. No en­tran­to, con­ti­nua a ser um dos jo­gos mais aguar­da­dos por to­dos, um re­gres­so a Was­ter­land que nos co­lo­ca num imen­so mun­do aber­to on­de tu­do é pos­sí­vel. Com os acon­te­ci­men­tos des­te no­vo tí­tu­lo a acon­te­ce­rem na mes­ma al­tu­ra de Fal­lout 3, a nos­sa per­so­na­gem vê-se co­mo úni­ca sobrevivente du­zen­tos anos de­pois de uma guer­ra nu­cle­ar en­tre a Chi­na e os EUA ter des­truí­do o pla­ne­ta. A per­so­na­li­za­ção e a ca­pa­ci­da­de de po­der­mos cons­truir tu­do o que qui­ser­mos é um dos mai­o­res trun­fos des­te no­vo tí­tu­lo, além de uma his­tó­ria ca­ti­van­te, com mui­tos de­sa­fi­os pe­la fren­te. Fi­nal­men­te, qu­em sem­pre so­nhou em ter um “re­ló­gio in­te­li­gen­te” Pip-Boy igual ao do jo­go e to­tal­men­te fun­ci­o­nal, tem uma opor­tu­ni­da­de de ou­ro com a edi­ção pa­ra co­lec­ci­o­na­do­res!

EDI­TO­RA: BETHES­DA

PLA­TA­FOR­MA: PC, PS4, XBOX ONE

NO MAN’S SKY

É tal­vez dos jo­gos mais es­tra­nhos pa­ra PS4. Man’s Sky, pa­ra al­guns é a evo­lu­ção de Des­tiny e Mass Ef­fect, dis­po­ni­bi­li­za uma ga­lá­xia com­ple­ta com mi­lhões de pla­ne­tas pa­ra des­co­brir e ba­ta­lhas es­pa­ci­ais, tu­do num jo­go que nos pren­de ao ecrã. Se­gun­do uma re­cen­te es­ti­ma­ti­va, No Man’s Sky ofre­ce­rá mais de du­zen­tas ho­ras de jo­go, mas há qu­em di­ga que po­de che­gar às tre­zen­tas. EDI­TO­RA: SONY PLA­TA­FOR­MA: PS4

THE LAST GU­AR­DI­AN

Foi um dos jo­gos mais sur­pre­en­den­tes des­ta E3, que dei­xou mi­lha­res com o co­ra­ção aos pu­los. Uma re­mis­tu­ra de ICO com Shadow of the Co­los­sus, que nos con­ta a his­tó­ria de um jo­vem ra­paz que en­con­tra um mis­te­ri­o­so ani­mal, cria uma ami­za­de e jun­tos par­tem nu­ma aven­tu­ra que se vai re­ve­lar cheia de surpresas. The Last Gu­ar­di­an es­te­ve em ris­co de pro­du­ção, de­vi­do à sua com­ple­xi­da­de e tam­bém por­que a Sony quis ele­var a fas­quia da sua qua­li­da­de. Por is­so mes­mo, hou­ve re­cu­os e avan­ços e um es­tú­dio fo­ca­do em dar o seu me­lhor. Se tu­do cor­rer con­for­me os pla­nos, 2016 se­rá o seu ano. EDI­TO­RA: SONY PLA­TA­FOR­MA: PS4

TOM CLANCY’S GHOST RE­CON WIL­DLANDS

A no­va pro­pos­ta da Ubi­soft po­de ter si­do mui­to ar­ris­ca­da, mas cap­tou a aten­ção de to­dos os que pre­sen­ci­a­ram a apre­sen­ta­ção de Wil­dlands. Es­te é um jo­go que mostra o com­ba­te ao nar­co­trá­fi­co na pri­mei­ra pes­soa. O jo­ga­dor per­ten­ce a uma for­ça po­li­ci­al de eli­te que tem co­mo ob­jec­ti­vo a du­ra ta­re­fa de acab­nar com o trá­fi­co de dro­ga. Es­te foi, des­de sem­pre, um te­ma ta­bu nos vi­de­o­jo­gos e nun­ca um tí­tu­lo se expôs des­ta for­ma. Pa­ra nós po­de mui­to bem ser um dos me­lho­res jo­gos do ano, por­que ac­ção não vai fal­tar ao lon­go da his­tó­ria. Con­tem com uma ex­ce­len­te per­so­na­li­za­ção, um ar­se­nal vasto, veí­cu­los pa­ra con­du­zir e mui­ta adre­na­li­na. EDI­TO­RA: UBI­SOFT

PLA­TA­FOR­MAS: PS4, PC, XBOX ONE

HA­LO 5: GU­AR­DI­ANS

O mo­do cam­pa­nha co­o­pe­ra­ti­vo é dos mais fre­né­ti­cos que co­nhe­ce­mos, num no­vo Ha­lo que alar­ga os ho­ri­zon­tes da sua his­tó­ria mas sem­pre na lu­ta cons­tan­te da Hu­ma­ni­da­de con­tra os Co­ve­nant. O no­vo Ha­lo po­de pro­du­zir re­ac­ções po­si­ti­vas e tam­bém ne­ga­ti­vas nos seus fãs. Já não fa­la­mos no quin­to epi­só­dio mas sim na evo­lu­ção de uma sé­rie que, de­pois de se tor­nar ór­fã, es­tá a des­co­brir um no­vo ca­mi­nho, com ou­tros cri­a­do­res e mui­tas idei­as no­vas. Jo­gá­mos o mo­do mul­ti­jo­ga­dor e ado­rá­mos a ex­pe­ri­ên­cia. Res­ta-nos es­pe­rar pa­ra co­nhe­cer o que re­al­men­te se pas­sa com o nos­so he­rói Mas­ter Chi­ef. EDI­TO­RA: MI­CRO­SOFT

PLA­TA­FOR­MAS: XBOX ONE

FOR­ZA MO­TORS­PORT 6

Mai­or, me­lhor e mais es­pec­ta­cu­lar. São as três li­nhas que os cri­a­ti­vos da Turn 10 de­fi­ni­ram pa­ra o pró­xi­ma ca­pí­tu­lo de For­za Mo­torS­port. A con­cor­rên­cia é gran­de e o jo­go car­re­ga o pe­so de ter de ofe­re­cer ao jo­ga­dor a me­lhor ex­pe­ri­ên­cia au­to­mo­bi­lís­ti­ca do Mun­do. Va­mos ter uma ma­pa mai­or, com mais cor­ri­das, mais car­ros e mais di­nâ­mi­ca. As ou­tras no­vi­da­des são os me­lho­ra­men­tos no mo­do on­li­ne, as cor­ri­das di­ver­si­fi­ca­das e um sis­te­ma me­te­o­ro­ló­gi­co di­nâ­mi­co que, se­gun­do os seus cri­a­do­res, irá in­flu­en­ci­ar o mo­do de con­du­ção du­ran­te ca­da uma das cor­ri­das. EDI­TO­RA: MI­CRO­SOFT

PLA­TA­FOR­MA: XBOX ONE

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.