INTEL JUNTA-SE À AMD PA­RA ME­LHO­RAR O DE­SEM­PE­NHO GRÁ­FI­CO NOS POR­TÁ­TEIS PA­RA JO­GOS

Revista PCGuia Play - - NOTÍCIAS -

Os ini­mi­gos do pas­sa­do são, por ve­zes, os ali­a­dos do fu­tu­ro. É o ca­so des­ta parceria en­tre dois con­cor­ren­tes de lon­ga da­ta, a AMD e a Intel, pa­ra a in­te­gra­ção de pro­ces­sa­do­res grá­fi­cos, tam­bém co­nhe­ci­dos por Graphics Pro­ces­sing Unit, ou GPU, da Ad­van­ced Micro De­vi­ces nos pro­ces­sa­do­res da Intel pa­ra computadores por­tá­teis que che­ga­rão em bre­ve ao mer­ca­do. Os no­vos pro­ces­sa­do­res Intel Co­re H de oi­ta­va ge­ra­ção pa­ra o seg­men­to de mer­ca­do dos en­tu­si­as­tas (leia-se jo­ga­do­res’) vão in­cluir o pro­ces­sa­dor pro­pri­a­men­te di­to, uma GPU e a res­pec­ti­va me­mó­ria grá­fi­ca de­di­ca­da nu­ma úni­ca pe­ça. Is­to vai ser­vir pa­ra li­ber­tar es­pa­ço den­tro do com­pu­ta­dor pa­ra ou­tros com­po­nen­tes, co­mo sis­te­mas de ven­ti­la­ção avan­ça­dos ou pa­ra a cons­tru­ção de pro­du­tos mais pe­que­nos e fi­nos. Os Co­re H in­te­gram um pro­ces­sa­dor grá­fi­co AMD mo­di­fi­ca­do que é acom­pa­nha­do por me­mó­ria de­di­ca­da High Bandwidth Me­mory (HBM2) que, em ter­mos de de­sem­pe­nho, é com­pa­rá­vel à me­mó­ria GDDR 5 tra­di­ci­o­nal que se en­con­tra no computadores por­tá­teis pa­ra jo­gos ho­je em dia. Os dois com­po­nen­tes co­mu­ni­cam atra­vés da Em­bed­ded Multi-Die In­ter­con­nect Brid­ge (EMIB), de­sen­vol­vi­da pe­la Intel, que per­mi­te a pas­sa­gem de in­for­ma­ção en­tre vá­ri­as uni­da­des de pro­ces­sa­men­to di­fe­ren­tes ins­ta­la­das pró­xi­mo umas das ou­tras, nes­te ca­so na mes­ma pe­ça. Es­ta no­va tec­no­lo­gia de­fi­ne ain­da um mé­to­do de ges­tão de energia que per­mi­te ao GPU ge­rir a tem­pe­ra­tu­ra, de­sem­pe­nho e con­su­mo eléc­tri­co de ca­da com­po­nen­te. A Intel não re­ve­lou quais­quer da­dos acer­ca do de­sem­pe­nho dos Co­re H qu­er em re­la­ção aos pro­ces­sa­do­res da ge­ra­ção an­te­ri­or, qu­er em re­la­ção aos pro­ces­sa­do­res da AMD. Se­gun­do a AMD, es­tes pro­ces­sa­do­res não fa­zem con­cor­rên­cia aos seus mo­de­los Ry­zen pa­ra computadores por­tá­teis, por­que os Ry­sen são pa­ra uti­li­za­ção ge­ral e es­tes pro­ces­sa­do­res fa­bri­ca­dos pe­la Intel são pa­ra o mer­ca­do dos computadores pa­ra ga­ming. Os no­vos pro­ces­sa­do­res vão che­gar ao mer­ca­do no iní­cio de 2018 nos pro­du­tos de vá­ri­os fa­bri­can­tes.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.