Trust GTX 170 He­ron

ES­TE GTX 170 HE­RON PRO­VA CO­MO O BOM PO­DE SER INI­MI­GO DA PERFEIÇÃO.

Revista PCGuia Play - - ÍNDICE - Gustavo Di­as

Tal co­mo acon­te­ce com o te­cla­do GTX 890 CA­DA, tam­bém a ga­ma de ra­tos da Trust re­ce­beu uma au­tên­ti­ca re­vi­ra­vol­ta com a apos­ta no seg­men­to de ga­ming, sen­do es­te GTX 170 HE­RON um ex­ce­len­te exemplo de um ra­to com os in­gre­di­en­tes cer­tos pa­ra os adep­tos de videojogos. Es­ta­mos pe­ran­te um ra­to com uma boa er­go­no­mia, bom sensor óp­ti­co, bo­tões pro­gra­má­veis e ilu­mi­na­ção RGB. Er­go­no­mi­ca­men­te, em­bo­ra pa­re­ça usar um de­se­nho am­bi­dex­tro, a re­a­li­da­de é que a co­lo­ca­ção dos bo­tões de ata­lho ape­nas no la­do es­quer­do, aca­bam por li­mi­tar a sua uti­li­za­ção (em ple­no) por uti­li­za­do­res ca­nho­tos. Em termos de sensor, a Trust uti­li­za nes­te GTX 170 um sensor óp­ti­co ADNS-5110 de 7000 dpi, ou se­ja, bas­tan­te pre­ci­so, com a van­ta­gem de po­der ajus­tar a sen­si­bi­li­da­de en­tre os 500 e 7000 dpi.

Por fim te­mos a ques­tão da ilu­mi­na­ção RGB, que tal co­mo no ca­so do te­cla­do GTX 890 CA­DA, per­mi­te es­co­lher di­ver­sos efei­tos, ajus­tar o bri­lho, as cores e a ve­lo­ci­da­de de pas­sa­gem das cores em si, ten­do a par­ti­cu­la­ri­da­de de to­do o cor­po do ra­to in­cluir uma es­pé­cie de “fei­xes de luz”, mas não per­mi­te qual­quer ti­po de sin­cro­ni­za­ção. Es­te problema (ou li­mi­ta­ção) é vá­li­do tanto pa­ra periféricos e com­po­nen­tes de ou­tras mar­cas, co­mo da pró­pria Trust, não sen­do pos­sí­vel cri­ar qual­quer sin­cro­ni­za­ção com os efei­tos vi­su­ais já cri­a­dos pe­lo te­cla­do. A qua­li­da­de de cons­tru­ção e dos ma­te­ri­ais não é tão in­te­res­san­te quan­to a usa­da no te­cla­do já re­fe­ri­do, em­bo­ra em li­nha com o pre­ço pe­di­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.