Trust GTX Ty­tan 2.1 Sound­bar

A SOUND­BAR DA TRUST DÁ SOM A CON­SO­LAS E PC OU A QUAL­QUER OU­TRO DIS­PO­SI­TI­VO COM SAÍ­DA JACK.

Revista PCGuia Play - - ÍNDICE - Pe­dro Tróia

As sound­bars são for­mas mui­to mais sim­ples de ter um sis­te­ma de som num es­pa­ço pe­que­no, pois permitem, com ape­nas dois ou três ca­bos, ter um sis­te­ma de som es­té­reo, ou mes­mo sur­round. Es­ta co­lu­na é mui­to se­me­lhan­te a uma Ha­ma que pas­sou pe­la PCGuia há al­gum tem­po, mas ape­nas em al­gu­mas fun­ci­o­na­li­da­des e na for­ma, por­que as fun­ci­o­na­li­da­des são um pou­co di­fe­ren­tes. Na al­tu­ra, tes­tá­mos um sis­te­ma wi­re­less, o que quer di­zer que a li­ga­ção en­tre a bar­ra de som e o subwo­o­fer não ne­ces­si­ta­va de li­ga­ção fí­si­ca. Ou­tra di­fe­ren­ça é que, por ser sem fi­os, a bar­ra de som po­dia ser uti­li­za­da se­pa­ra­da­men­te; e até ti­nha uma ba­te­ria. Ao con­trá­rio, a Trust Ty­tan uti­li­za o mé­to­do tra­di­ci­o­nal de li­ga­ção atra­vés de ca­bos com o subwo­o­fer a ser­vir de fon­te de ali­men­ta­ção. As li­ga­ções de áu­dio dos dis­po­si­ti­vos são fei­tas atra­vés da bar­ra e es­tá dis­po­ní­vel uma ana­ló­gi­ca, atra­vés de uma en­tra­da jack de 3,5 mm, e uma digital óptica – não exis­tem li­ga­ções sem fi­os.

Es­te sis­te­ma de som Trust Ty­tan tem qua­tro equa­li­za­ções de som dis­tin­tas: neu­tra, jo­gos, música e filmes. Tam­bém não exis­te ne­nhu­ma for­ma de al­te­rar ma­nu­al­men­te as de­fi­ni­ções do equa­li­za­dor, por exem­plo pa­ra re­du­zir a pre­do­mi­nân­cia dos sons gra­ves.

O úni­co bo­tão pre­sen­te na bar­ra de som é o pa­ra li­gar e des­li­gar o sis­te­ma. To­dos os ou­tros co­man­dos são ge­ri­dos atra­vés de zo­nas sen­sí­veis ao to­que que es­tão no ci­mo da bar­ra. Exis­te, po­rém, um co­man­do à dis­tân­cia por in­fra­ver­me­lhos que per­mi­te con­tro­lar com­ple­ta­men­te o fun­ci­o­na­men­to do sis­te­ma, o que é mui­to útil quan­do es­tá li­ga­do num se­tup que o coloca lon­ge do uti­li­za­dor, co­mo por exem­plo quan­do é uti­li­za­do com uma consola nu­ma sa­la de es­tar.

O LED ERA DISPENSÁVEL...

O ma­te­ri­al prin­ci­pal uti­li­za­do na cons­tru­ção do Trust Ty­tan Sound­bar é o plás­ti­co. Não que­ro com is­to di­zer que tem mau as­pec­to, nem pe­lo con­trá­rio: tu­do es­tá no lo­cal cer­to e com boa qu­a­li­da­de de mon­ta­gem.

No as­pec­to fí­si­co, a úni­ca coi­sa me­nos boa que pos­so apontar é a luz LED azul que es­tá no subwo­o­fer. Era de evi­tar, prin­ci­pal­men­te por­que nem se po­de mu­dar a cor e des­li­gar só com o co­man­do à dis­tân­cia; de­pois, sem­pre que li­ga­mos o sis­te­ma têm de se des­li­gar a ilu­mi­na­ção. A qu­a­li­da­de de som da Trust GTX Ty­tan 2.1 Sound­bar é bas­tan­te acei­tá­vel, com gra­ves bem de­se­nha­dos, mas que não se in­tro­me­tem mui­to no res­to do som. Mas é pe­na não ha­ver uma for­ma de al­te­rar o som de uma for­ma mais pre­ci­sa por­que, às ve­zes, os gra­ves até pre­ci­sa­vam de um pou­co mais de for­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.