Mo­da

Além de se­gu­ran­ça, mo­to­ris­ta, com­pa­nhia pa­ra fes­ta­se jan­ta­res, mo­de­lo e es­tre­la em cam­pa­nhas, ago­ra é tam­bém de­sig­ner.

Sábado - - SUMÁRIO - Por Só­nia Ben­to

Gu­ar­da-cos­tas de Karl La­ger­feld cria co­lec­ção

Otra­ba­lho de­le? “É cui­dar de Karl, es­tar per­to, ter a cer­te­za de que na­da o apa­nha­rá de sur­pre­sa.” É as­sim que Sébastien Jondeau ex­pli­ca a sua pre­sen­ça cons­tan­te, há qua­se du­as dé­ca­das, jun­to de Karl La­ger­feld, em fé­ri­as, fes­tas, des­fi­les e até ca­sa­men­tos re­ais. Com um cor­po escultural, gra­ças ao bo­xe e à mus­cu­la­ção, o fran­cês, de 42 anos, é uma es­pé­cie de som­bra bem visível do de­sig­ner ale­mão, de 84 anos. Ves­ti­do de Di­or ou de Tom Ford, não pas­sa des­per­ce­bi­do – ao pon­to dea Vo­gue bri­tâ­ni­ca ter es­cri­to que des­de Ke­vin Cost­ner no fil­me The Body­guard um gu­ar­da-cos­tas não da­va tan­to que fa­lar.

Ao lon­go dos anos, o ex­cên­tri­co di­rec­tor cri­a­ti­vo da Cha­nel – que nun­ca ti­ra os ócu­los es­cu­ros por­que diz que gos­ta de ob­ser­var e não de ser ob­ser­va­do – tem vin­do a am­pli­ar as fun­ções de Sébastien. Além de se­gu­ran­ça, as­sis­ten­te, mo­to­ris­ta, com­pa­nhia pa­ra o jan­tar e pa­ra as vi­a­gens, tor­nou-se es­tre­la nos des­fi­les e ima­gem nas cam­pa­nhas. E ago­ra, tam­bém, de­sig­ner: aca­ba de lan­çar a sua pri­mei­ra co­lec­ção-cáp­su­la (uma mi­ni­co­lec­ção fo­ra da prin­ci­pal da es­ta­ção) pa­ra a Karl La­ger­feld, apre­sen­ta­da no mês pas­sa­do na Pit­ti Uo­mo, fei­ra de mo­da mas­cu­li­na, em Flo­ren­ça, Itá­lia. Na sua con­ta do Ins­ta­gram, Sébastien ga­ran­tiu que se em­pe­nhou mui­to nes­te tra­ba­lho e que es­tá or­gu­lho­so das su­as cri­a­ções, que es­ta­rão à ven­da a 17 de Agosto.

No iní­cio dos anos 90, o kai­ser da mo­da, co­mo La­ger­feld é co­nhe­ci­do, co­me­çou a sen­tir ne­ces­si­da­de de al­guém que es­ti­ves­se sem-

COM UM COR­PO ESCULTURAL E VES­TI­DO DE DI­OR OU TOM FORD, SÉBASTIEN NÃO PAS­SA DES­PER­CE­BI­DO

pre jun­to de­le, pa­ra afas­tar as pes­so­as que ca­da vez se apro­xi­ma­vam e o im­por­tu­na­vam. O pri­mei­ro gu­ar­da-cos­tas con­tra­ta­do te­ve pro­ble­mas com a jus­ti­ça, por cau­sa de dro­ga, e quan­do se pro­cu­ra­va ou­tro, Sébastien, en­tão com 23 anos, ofe­re­ceu-se. Karl já o co­nhe­cia de uma ofi­ci­na de res­tau­ro de mó­veis an­ti­gos, em Paris. Não era um “gorila”, o per­fil tí­pi­co de gu­ar­da-cos­tas que La­ger­feld sem­pre de­tes­tou, e ti­nha a van­ta­gem de ser bo­ni­to. Pa­ra o es­ti­lis­ta, foi uma es­co­lha ób­via.

Po­sar nu pa­ra o pa­trão

Não de­mo­rou a tor­nar-se a pes­soa de mai­or con­fi­an­ça do de­sig­ner e co­me­çou a acom­pa­nhá-lo pa­ra to­do o la­do: Mó­na­co, St. Tro­pez ou No­va Ior­que. Nos des­fi­les tam­bém pas­sou a ser um dos ma­ne­quins mais des­ta­ca­dos e che­gou a pro­ta­go­ni­zar as cam­pa­nhas da mar­ca com o no­me de Karl. A im­pren­sa co­me­çou a que­rer sa­ber mais so­bre o gu­ar­da-cos­tas quan­do, num do­cu­men­tá­rio da te­le­vi­são fran­ce­sa, Sébastien apa­re­ceu a con­tar 24 ma­las de vi­a­gem, ex­pli­can­do que na mai­or par­te das ve­zes le­va­vam cer­ca de 30. O bra­ço-di­rei­to do ho­mem mais ocu­pa­do da indústria da mo­da tam­bém se ha­bi­tu­ou a po­sar pa­ra a má­qui­na fo­to­grá­fi­ca do che­fe, que quan­do não gos­ta de um mo­de­lo mas­cu­li­no o subs­ti­tui por ele. Em 2011, po­sou nu ao la­do da ho­lan­de­sa La­ra Sto­nes pa­ra o ca­len­dá­rio Pi­rel­li, com fotos de La­ger­feld. “É in­crí­vel ser fo­to­gra­fa­do por ele. Fa­ço o que Karl diz e pron­to”, dis­se nu­ma entrevista ao jor­nal O Glo­bo. Sébastien, que an­da nor­mal­men­te de té­nis e je­ans, e cu­ja ro­ti­na va­ria pou­co, co­me­ça o dia a cor­rer, a pe­da­lar e no gi­ná­sio, e só se en­con­tra com Karl de­pois do almoço, uma vez que o es­ti­lis­ta não tra­ba­lha de ma­nhã – fi­ca em ca­sa a ler os jor­nais com a sua gata, Chou­pet­te. Quan­do apa­nha “o mes­tre”, co­mo lhe cha­ma, é o as­sis­ten­te que con­duz os dois Rolls-Roy­ce: um pre­to, em Paris; e um des­ca­po­tá­vel azul, no Mó­na­co. Pas­sam a tar­de em reu­niões e jan­tam jun­tos, ge­ral­men­te em ca­sa do es­ti­lis­ta por­que ele não gos­ta de ir a res­tau­ran­tes. “As pes­so­as fi­ca­ri­am sur­pre­en­di­das se o co­nhe­ces­sem. Karl é ti­do co­mo frio e de­sa­gra­dá­vel, mas é ge­ne­ro­so e gen­til”, diz.

Na­mo­ra­das e se­xo sem ta­bus

Nas­ci­do a 6 de Mar­ço de 1975 e cri­a­do num su­búr­bio de Paris, Sébastien, que foi pu­gi­lis­ta, gos­ta de mo­da­li­da­des de ve­lo­ci­da­de, co­mo o mo­to­cros­se, pra­ti­ca es­qui aquá­ti­co e an­da de bi­ci­cle­ta pe­la ci­da­de. Até há cer­ca de um ano na­mo­rou com Jen­na Cour­tin-Cla­rins, ne­ta de Jac­ques Cour­tin-Cla­rins, fun­da­dor da mar­ca de cos­mé­ti­cos com es­se no­me. Diz que gos­ta de mu­lhe­res com “per­so­na­li­da­de e tem­pe­ra­men­to quen­te” e de “se­xo sem ta­bus”. Dis­cre­to, já sur­giu em lis­tas dos sol­tei­ros mais de­se­ja­dos de Fran­ça.

SÉBASTIEN NÃOÉO TÍ­PI­CO GU­AR­DA-COS­TAS “GORILA”, PER­FIL QUE LA­GER­FELD DETESTA

A som­bra do kai­ser Sébastien tra­ba­lha pa­ra La­ger­felfd des­de os 23 anos, mas co­nhe­ceu-o aos 15, na ofi­ci­na de res­tau­ro de mó­veis an­ti­gos do pa­dras­to, on­de o de­sig­ner era cli­en­te

Sébastien an­da de té­nis e je­ans no dia-a-dia. Em oca­siões es­pe­ci­ais op­ta pe­lo fra­que

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.