Re­for­ços pron­tos pa­ra a GUERRA

O po­lé­mi­co pro­gra­ma da CMTV tem novas ca­ras e pro­me­te dar que fa­lar. Ri­car­do Ta­va­res e Jai­me Mou­rão Ferreira jun­tam-se a An­dré Ven­tu­ra e a Nu­no En­car­na­ção, sob a ar­bi­tra­gem de João Ferreira, às se­gun­das-fei­ras

TV Guia - - ACTUAL CMTV - TEXTO CA­RO­LI­NA PIN­TO FERREIRA | FOTOS RI­CAR­DO RUELLA

APé s noi­tes de de­ba­te des­por­ti­vo não vol­tam mais a ser as mes­mas.

em Ris­te, o fa­mo­so pro­gra­ma da CMTV, tem um no­vo pai­nel de co­men­ta­do­res que pro­me­te con­ti­nu­ar a dis­cu­tir fu­te­bol a “fer­ro e fo­go”. Aos co­nhe­ci­dos An­dré Ven­tu­ra, do Ben­fi­ca, e Nu­no En­car­na­ção, do FC Por­to, jun­tam-se Jai­me Mou­rão Ferreira, adep­to do Spor­ting, e o jor­na­lis­ta Ri­car­do Ta­va­res, que ga­ran­te man­ter uma “po­si­ção mui­to isen­ta” e “pen­sar sem­pre pe­la pró­pria ca­be­ça”.

O apre­sen­ta­dor e mo­de­ra­dor das dis­cus­sões, João Ferreira, re­ce­be de bra­ços aber­tos es­tes no­vos com­pa­nhei­ros. “É um pai­nel mais com­pe­ti­ti­vo e que es­pe­ro que re­for­ce tu­do aqui­lo que é a mar­ca CMTV: ri­gor, in­for­ma­ção e isen­ção. Es­pe­ro ati­tu­de pa­ra que se de­ba­tam to­dos os te­mas, do­am eles a quem do­er!”

A TV Guia es­te­ve nos bas­ti­do­res da pri­mei­ra emis­são do no­vo Pé em Ris­te, na se­gun­da-fei­ra, dia 8. Fe­liz e con­fi­an­te com os dois no­vos re­for­ços, João Ferreira sa­li­en­ta o pa­pel de Ri­car­do Ta­va­res nes­te de­sa­fio:

“O Ri­car­do é um jor­na­lis­ta mui­to ex­pe­ri­en­te e que tem uma me­mó­ria in­crí­vel. Sa­be mui­to so­bre des­por­to e te­nho a cer­te­za de que vai dar um con­tri­bu­to im­por­tan­te pa­ra a con­tex­tu­a­li­za­ção do de­ba­te.”

PROMESSA DE EXCESSOS

Nu­no En­car­na­ção in­te­gra o pai­nel de Pé em Ris­te há dois anos e re­co­nhe­ce que “a ex­pec­ta­ti­va é enor­me”: “Há uma gran­de en­tre­ga da nos­sa par­te pa­ra es­te pro­gra­ma. Tem uma di­nâ­mi­ca en­gra­ça­da e in­te­res­san­te e, aci­ma de tu­do, adep­tos fer­vo­ro­sos, mas que, an­tes de tu­do, se res­pei­tam.”

Ape­sar de, as­su­mi­da­men­te, ves­tir a ca­mi­so­la do FC Por­to, tu­do o que se pas­sa em es­tú­dio, in­cluin­do os mo­men­tos mais quen­tes a ní­vel de de­ba­te, mor­rem no fi­nal do pro­gra­ma: “Não há ini­mi­za­des aqui. Dou-

-me bem com o An­dré e res­pei­ta­mo-nos mui­to. Só que o ‘pi­ri­pí­ri’ é ne­ces­sá­rio pa­ra es­te pro­gra­ma. Faz par­te.”

Já Jai­me Mou­rão Ferreira, que es­pe­ra que nun­ca se per­cam os li­mi­tes, pre­vê “um diá­lo­go ace­so mas ci­vi­li­za­do”: “Ape­sar de exis­ti­rem, mui­tas ve­zes, pai­xões exa­cer­ba­das, po­de sem­pre man­ter-se o ní­vel. No en­tan­to, es­tou pre­pa­ra­do pa­ra o que der e vi­er!”, avi­sa, mos­tran­do-se pron­to pa­ra a “guerra”. An­dré Ven­tu­ra, um dos co­men­ta­do­res mais po­lé­mi­cos em Por­tu­gal, con­fes­sa es­tar “an­si­o­so em ter­mos des­te no­vo con­fron­to, mas que es­pe­ra que se­ja ci­vi­li­za­do”.

Po­rém, avi­sa já que “há coi­sas mui­to di­fí­ceis de con­tro­lar e, às ve­zes, há excessos”. “E vão con­ti­nu­ar a ha­ver!” Ri­car­do Ta­va­res sa­be que é “uma gran­de res­pon­sa­bi­li­da­de fa­zer par­te des­te pai­nel” e re­for­ça no­va­men­te “ter uma po­si­ção mui­to dis­tin­ta” fa­ce aos seus co­le­gas de se­gun­da-fei­ra à noi­te: “Não há de­fe­sa de ne­nhum clu­be. Vou pen­sar pe­la mi­nha ca­be­ça e, mui­tas ve­zes, di­zer aqui­lo que se pen­sa é um ví­cio que po­de sair ca­ro. Tem de ha­ver ten­são e pres­são, tal co­mo num jo­go, mas que a de­fe­sa se­ja fei­ta com pon­de­ra­ção. ●

An­dré Ven­tu­ra sem­pre aten­to às úl­ti­mas no­tí­ci­as.Ana Pe­dro Ar­ris­ca­do aju­dou a que­brar o ge­lo an­tes do pro­gra­ma.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.