Aca­bou as fé­ri­as e quer vol­tar à ro­ti­na?

Si­ga as di­cas da nu­tri­ci­o­nis­ta Ri­ta Lima

Women's Health (Portugal) - - KNOW-HOW NUTRIÇÃO -

1 PLA­NEIE AS SU­AS RE­FEI­ÇÕES

Um dos prin­ci­pais ini­mi­gos da prá­ti­ca de uma ali­men­ta­ção sau­dá­vel é a fal­ta de tem­po, vis­to que, com a azá­fa­ma do dia a dia, há mai­or pro­ba­bi­li­da­de de co­mer fo­ra de ca­sa e, con­se­quen­te­men­te, de co­mer ali­men­tos mais ri­cos em açú­car ou gor­du­ra do que se le­vas­se a mar­mi­ta. No iní­cio da se­ma­na pla­neie uma emen­ta se­ma­nal, in­cluin­do o que vai co­mer nos seus snacks en­tre re­fei­ções e fa­ça uma lis­ta de com­pras. Quan­do for ao su­per­mer­ca­do, com­pre ape­nas aqui­lo que pla­ne­ou.

2 CO­MA MAIS PRO­TEÍ­NA

Di­mi­nua o te­or de hi­dra­tos de car­bo­no e au­men­te a pro­teí­na às re­fei­ções, da­do que é um nu­tri­en­te mais sa­ci­an­te, que pro­mo­ve a ma­nu­ten­ção da mas­sa mus­cu­lar e do me­ta­bo­lis­mo ba­sal, aju­dan­do na ges­tão do pe­so e da mas­sa gor­da. Nas re­fei­ções in­ter­mé­di­as op­te por ovos, fru­tos se­cos ole­a­gi­no­sos e res­pe­ti­vas pas­tas (ex. man­tei­ga de amen­doim), atum,la­ti­cí­ni­os ma­gros, fi­am­bre de aves e bar­ras pro­teí­cas. Re­ti­re de ca­sa to­dos os ali­men­tos ri­cos em açú­car e/ou em gor­du­ra que pos­sam cons­ti­tuir uma atra­ção di­fí­cil de re­sis­tir (ex. bo­la­chas, cho­co­la­tes, do­ces, ge­la­dos) e tro­que-os por ali­men­tos mais sau­dá­veis. As­sim, quan­do es­ti­ver com fo­me, não te­rá na­da com­pro­me­te­dor pa­ra ‘ata­car’ e aca­ba­rá por pre­fe­rir al­go mais sau­dá­vel. Ao lon­go do dia, [de­ve] man­ter uma boa hi­dra­ta­ção e to­mar sem­pre o pe­que­no-al­mo­ço. 3 ‘LIM­PE’ O SEU FRI­GO­RÍ­FI­CO

Nas re­fei­ções prin­ci­pais op­tepor car­nes ma­gras, pei­xe,ovos e le­gu­mi­no­sas.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.