A ECO­NO­MIA DO MUN­DO EM DA­VOS

Africa21 - - Destaques -

O Bre­xit, a cri­se dos mi­gran­tes na Eu­ro­pa e os sen­ti­men­tos na­ci­o­na­lis­tas no «ve­lho con­ti­nen­te» fo­ram as­sun­tos de­ba­ti­dos a par da glo­ba­li­za­ção ou do de­sen­vol­vi­men­to tec­no­ló­gi­co na 47.ª ses­são do Fó­rum Eco­nó­mi­co de Da­vos. Com cer­ca de 3000 par­ti­ci­pan­tes, en­tre lí­de­res po­lí­ti­cos, fi­nan­cei­ros, em­pre­sá­ri­os e es­pe­ci­a­lis­tas em ci­ên­cia e tec­no­lo­gia, e 400 ses­sões ofi­ci­ais, o en­con­tro anu­al de­cor­reu na Suí­ça de 18 a 20 de ja­nei­ro. Na ses­são des­te ano, Áfri­ca pa­re­ce não ter con­quis­ta­do o seu es­pa­ço, co­mo em ses­sões an­te­ri­o­res, em que era in­vo­ca­do o seu po­ten­ci­al de rá­pi­do cres­ci­men­to eco­nó­mi­co em vir­tu­de dos ren­di­men­tos pro­ve­ni­en­tes de ma­té­ri­as-pri­mas. Com a Ni­gé­ria em re­ces­são, a Áfri­ca do Sul a lu­tar pa­ra que o seu ra­ting não des­ça ain­da mais, e no­vos con­fli­tos a sur­gi­rem ou res­sur­gi­rem em di­ver­sos paí­ses, o con­ti­nen­te pa­re­ce ter per­di­do al­gum do seu brilho. «As pes­so­as gos­tam de his­tó­ri­as sim­ples e a his­tó­ria era que os pre­ços das ma­té­ri­as-pri­mas su­bi­am», diz De­van Ka­loo, do gru­po de ges­tão de ati­vos Aber­de­en As­set Ma­na­ge­ment, ci­ta­do pe­la Reuters. «Mas pas­sá­mos de to­dos acha­rem que era uma his­tó­ria fan­tás­ti­ca a to­dos acha­rem que é ter­rí­vel.» O ana­lis­ta con­si­de­ra que os paí­ses afri­ca­nos «es­tão a trans­for­mar-se len­ta­men­te, sen­do dis­ci­pli­na­dos pe­los mer­ca­dos. Mais ce­do ou mais tar­de, adap­tar-se-ão aos mer­ca­dos». Char­les Ro­bert­son, tam­bém ci­ta­do pe­la Reuters, do ban­co de in­ves­ti­men­to Re­nais­san­ce Ca­pi­tal, com­pa­ra o mo­men­to atu­al de paí­ses do les­te de Áfri­ca, co­mo o Ru­an­da, Qué­nia, Tan­zâ­nia, Ugan­da e Etió­pia, à si­tu­a­ção de in­di­gên­cia que a Co­reia do Sul vi­via nos anos de 1960, an­tes do seu gran­de de­sen­vol­vi­men­to in­dus­tri­al. Nes­tes cin­co paí­ses, tem si­do re­gis­ta­do um cres­ci­men­to anu­al mé­dio de 5%a 7%. O ana­lis­ta acre­di­ta que, nos pró­xi­mos 15 anos, cer­ca de uma de­ze­na de paí­ses afri­ca­nos po­de­rão «não ir a lu­gar ne­nhum, mas os res­tan­tes irão de­sen­vol­ver-se». O fó­rum de Da­vos ter­mi­nou no dia em que, na Amé­ri­ca, Do­nald Trump to­ma­va pos­se co­mo Pre­si­den­te dos EUA. Trump foi, no di­zer de al­guns ana­lis­tas, uma som­bra mais pre­sen­te que a das mon­ta­nhas suí­ças. Com men­ções di­re­tas ou mais ve­la­das, com­ba­teu-se o dis­cur­so an­ti­glo­ba­li­za­ção do lí­der ame­ri­ca­no que pon­tu­ou a sua cam­pa­nha. O Pre­si­den­te chi­nês, Xi Jin­ping, uma es­treia em Da­vos, afir­mou: «É ver­da­de que a glo­ba­li­za­ção eco­nó­mi­ca cri­ou no­vos pro­ble­mas, mas is­so não jus­ti­fi­ca que se aca­be com a glo­ba­li­za­ção no seu con­jun­to. Pe­lo con­trá­rio, de­ve­mos adap­tar­mo-nos e guiá-la, ul­tra­pas­san­do os seus im­pac­tos ne­ga­ti­vos e ofe­re­cen­do os seus be­ne­fí­ci­os a to­dos os paí­ses». Joe Bi­den, ago­ra ex-Vi­ce-Pre­si­den­te dos EUA, con­si­de­rou que «a or­dem in­ter­na­ci­o­nal li­be­ral» es­tá em ris­co de cair, apon­tan­do o de­do a paí­ses que são «maus pro­ta­go­nis­tas», que sem­pre exis­ti­ram, mas cu­jo im­pac­to po­ten­ci­al é ho­je mai­or do que no pas­sa­do, sen­do is­so vi­sí­vel, por exem­plo, na de­si­gual­da­de mun­di­al de ri­que­za. O com­ba­te à de­si­gual­da­de foi um dos te­mas re­cor­ren­tes do Fó­rum. Ch­ris­ti­ne La­gar­de, di­re­to­ra do FMI, con­si­de­ra que es­sa tem de ser a pri­o­ri­da­de das po­lí­ti­cas eco­nó­mi­cas co­mo úni­ca for­ma de atin­gir o tão ba­da­la­do «de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel», num mun­do on­de 3,6 mil mi­lhões de pes­so­as – me­ta­de da po­pu­la­ção mun­di­al – tem a mes­ma ri­que­za que os oi­to hu­ma­nos mais ri­cos do pla­ne­ta. «Se qui­ser­mos uma fa­tia mai­or do bo­lo, pre­ci­sa­mos de ter um bo­lo mai­or pa­ra to­dos, e es­se bo­lo tem de ser sus­ten­tá­vel. O ex­ces­so de de­si­gual­da­de co­lo­ca en­tra­ves a es­se de­sen­vol­vi­men­to sus­ten­tá­vel», afir­mou.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.