E ELE FOI

Folha 8 - - CRONICA -

Luís Fer­nan­do, um dos se­cre­tá­ri­os do Pre­si­den­te de Angola, lançou ago­ra o que cha­ma de li­vro/re­por­ta­gem so­bre o pri­mei­ro ano de man­da­to de João Lou­ren­ço à fren­te do país, obra que – diz o autor – só foi do co­nhe­ci­men­to do chefe de Es­ta­do an­go­la­no de­pois de con­cluí­da. Em Se­tem­bro do ano pas­sa­do, Luís Fer­nan­do já ti­nha pu­bli­ca­do “Angola: Me­mó­ri­as da tran­si­ção po­lí­ti­ca. De Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos a João Lou­ren­ço” (Vo­lu­mes I e II). O li­vro, “que é uma es­pé­cie de re­por­ta­gem”, do se­cre­tá­rio pa­ra os As­sun­tos de Co­mu­ni­ca­ção Ins­ti­tu­ci­o­nal e Im­pren­sa do chefe de Es­ta­do an­go­la­no, e in­ti­tu­la-se “No­tí­ci­as do Pa­lá­cio – O Pri­mei­ro Ano de Man­da­to do Pre­si­den­te João Lou­ren­ço”. “Não [ o Pre­si­den­te não sou­be]. For­mal­men­te não, por­que achei que não ti­nha na­da de es­pe­ci­al. Ob­vi­a­men­te, se nos pro­pu­sés­se­mos a ir a fun­do so­bre ques­tões de na­tu­re­za re­ser­va­da, lá den­tro, es­ta­ria em con­sul­ta per­ma­nen­te com o se­nhor Pre­si­den­te, ‘is­to po­de sair, is­to não po­de’. Não é o ca­so”, dis­se o autor à Lu­sa. An­tes, ao co­men­tar so­bre o li­vro na ce­ri­mó­nia de lan­ça­men­to no Me­mo­ri­al An­tó­nio Agos­ti­nho Ne­to, o autor con­tou que, no dia 1 des­te mês, in­ter­rom­peu o tra­ba­lho de João Lou­ren­ço na Pre­si­dên­cia da Re­pú­bli­ca “por uns ins­tan­tes” pa­ra lhe en­tre­gar uma cópia do li­vro. “‘Mas tu es­cre­ves­te um li­vro so­bre mim? Pa­ra­béns. Não li, mas dou-te os pa­ra­béns’, foi a res­pos­ta que

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.