JO­SÉ MA­RIA NÃO ACEI­TA

Folha 8 - - DESTAQUE -

A ca­da in­ter­ven­ção de João Lou­ren­ço o clã Dos San­tos ga­nha fô­le­go pa­ra mos­trar ao mun­do quem – na sua óp­ti­ca – são os trai­do­res e cor­rup­tos. O general An­tó­nio Jo­sé Ma­ria, an­ti­go lí­der do Ser­vi­ço de In­te­li­gên­cia e de Se­gu­ran­ça Mi­li­tar, continua a di­zer in­sis­ten­te­men­te a Jo­sé Edu­ar­do dos San­tos es­tar pron­to pa­ra a “gu­er­ra”, pe­din­do “ins­tru­ções” so­bre o que pre­ten­de o ex-pre­si­den­te. Jo­sé Ma­ria pas­sou mui­to tem­po, so­bre­tu­do a par­tir do mo­men­to em que Edu­ar­do dos San­tos dis­se que não se­ria can­di­da­to do MPLA às elei­ções de Agos­to de 2017 e se aven­tou que o can­di­da­to se­ria João Lou­ren­ço, a reu­nir in­for­ma­ções, da­dos, do­cu­men­tos, tes­te­mu­nhos (no país e no es­tran­gei­ro) so­bre o ac­tu­al Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca. “O Ser­vi­ço de In­te­li­gên­cia e de Se­gu­ran­ça Mi­li­tar es­te­ve em ex­clu­si­vo a tra­ba­lhar, por or­dem do general Zé Ma­ria, nu­ma es­pé­cie de Pa­ra­di­se pa­pers of João Lou­ren­ço”, con­tou ao Folha uma fonte li­ga­da ao general. O general Jo­sé Ma­ria é dos que con­si­de­ra que as de­ci­sões em ca­ta­du­pa que es­tão a ser to­ma­das pe­lo Pre­si­den­te da Re­pú­bli­ca, João Lou­ren­ço, são uma ca­ça às bru­xas e uma la­va­gem da sua ima­gem, “qu­a­se pa­re­cen­do que JLO na­da tem a ver com o MPLA e que só ago­ra che­gou à po­lí­ti­ca an­go­la­na”. Mais do que o con­teú­do dos pro­nun­ci­a­men­tos e das de­ci­sões já to­ma­das, mui­tos dos di­ri­gen­tes do MPLA que até eram – em­bo­ra mo­de­ra­da­men­te – crí­ti­cos de JES, con­tes­tam a avi­dez e o “ata­que ka­mi­ka­ze” de João Lou­ren­ço que re­lem­bra uma “te­se mar­xis­ta de que o im­por­tan­te não é a so­ci­e­da­de que se quer cons­truir mas, ape­nas, a que se quer des­truir”. João Lou­ren­ço tem, de fac­to, de­mons­tra­do que quer, po­de man­da, mes­mo que is­so mais não se­ja do que a pas­sa­gem de um ates­ta­do de in­com­pe­tên­cia ao an­te­ri­or exe­cu­ti­vo ao qual, aliás, per­ten­ceu en­quan­to mi­nis­tro da De­fe­sa e co­mo al­to di­ri­gen­te do pró­prio MPLA. A in­ter­pre­ta­ção de que João Lou­ren­ço só res­pon­de pe­ran­te a Cons­ti­tui­ção, que so­le­ne­men­te ju­rou cum­prir, es­bar­ra e co­li­de nas re­gras par­ti­dá­ri­as que fi­ze­ram ju­ris­pru­dên­cia nas úl­ti­mas dé­ca­das e que di­zem que to­das es­sas de­ci­sões de Es­ta­do não po­dem con­tra­ri­ar a so­be­ra­na ori­en­ta­ção do par­ti­do.

GENERAL AN­TÓ­NIO JO­SÉ MA­RIA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.