“BA­TA­TA PODRE” SUS­PEN­SA

Folha 8 - - DESTAQUE -

ACo­mis­são Ad­mi­nis­tra­ti­va da Ci­da­de de Lu­an­da anun­ci­ou no dia 05 de De­zem­bro a “sus­pen­são” do res­pon­sá­vel da bri­ga­da de fis­ca­li­za­ção que, no 03.12, pra­ti­cou ac­tos de “de­so­be­di­ên­cia e de ex­ces­so de ze­lo” no Mer­ca­do de São Paulo so­bre ven­de­do­ras de rua, as zungueiras. Em co­mu­ni­ca­do, Fran­cis­co An­dra­de, director da Comissão, su­bli­nhou que a sus­pen­são de Paulo Gon­çal­ves Di­o­go irá vi­go­rar en­quan­to de­cor­rer o inqué­ri­to pa­ra, num pra­zo de 72 ho­ras, ser apre­sen­ta­do um “re- la­tó­rio cir­cuns­tan­ci­a­do” so­bre as ra­zões que es­ti­ve­ram na ba­se de tal prá­ti­ca. “Uma vez con­fir­ma­das as sus­pei­tas de excessos por par­te dos efec­ti­vos, a Comissão Ad­mi­nis­tra­ti­va da Ci­da­de de Lu­an­da, da­rá a co­nhe­cer que os pre­va­ri­ca­do­res se­rão pu­ni­dos “de acor­do com a lei”, re­fe­re Fran­cis­co An­dra­de. “A Comissão rei­te­ra que não vai per­mi­tir, quer da par­te dos efec­ti­vos bem como dos ci­da­dãos qual­quer com­por­ta­men­to que ponha em cau­sa os pro­pó­si­tos no­bres da ‘Ope­ra­ção Resgate’ e apro­vei­ta a opor­tu­ni­da­de pa­ra ape­lar à de­nún­cia de prá­ti­cas con­trá­ri­as às nor­mas e pro­ce­di­men­tos ad­mi­nis­tra­ti­vos”, lê-se no do­cu­men­to. Se­gun­do Fran­cis­co An­dra­de, os ac­tos de “de­so­be­di­ên­cia e de ex­ces­so de ze­lo” fo­ram pra­ti­ca­dos por uma bri­ga­da dos ser­vi­ços de fis­ca­li­za­ção lo­cal no pe­rí­me­tro da Ga­ja­gei­ra, no bair­ro de São Paulo, dis­tri­to de Ran­gel. Segunda-fei­ra, a ac­ção da fis­ca­li­za­ção da bri­ga­da e da Po­lí­cia apre­en­deu as mer­ca­do­ri­as das zungueiras, o que ge­rou um pro­tes­to es­pon­tâ­neo das ven­de­do­ras que de­ci­di­ram di­ri­gir-se ao Pa­lá­cio Pre­si­den­ci­al, em Lu­an­da, pa­ra pe­dir a in­ter­ven­ção do che­fe de Es­ta­do an­go­la­no, João Lourenço. No en­tan­to, aca­ba­ram por ser im­pe­di­das por um cor­dão po­li­ci­al a cer­ca de 500/600 me­tros do Pa­lá­cio. Cer­ca de uma hora de­pois, a po­lí­cia, já na zo­na da Mai­an­ga, con­se­guiu dis­per­sar a meia cen­te­na de zungueiras, que par­ti­ram, a pé e a can­tar, de vol­ta ao Mer­ca­do de São Paulo, de­pois de a po­lí­cia lhes ter dado ga­ran­ti­as que os pro­du­tos con­fis­ca­dos se­ri­am de­vol­vi­dos. No 04.12, os mi­nis­tros do In­te­ri­or, Ân­ge­lo Vei­ga Ta­va­res, e da Jus­ti­ça, Fran­cis­co Qu­ei­roz, des­dra­ma­ti­za­ram o in­ci­den­te re­gis­ta­do segunda-fei­ra de ma­nhã, com o pri­mei­ro a ad­mi­tir, po­rém, uma ac­ção “me­nos cor­re­ta” da bri­ga­da e o se­gun­do a re­co­nhe­cer tra­tar-se de interesses co­mer­ci­ais. Em cau­sa está a “Ope­ra­ção Resgate”, co­lo­ca­da em prá­ti­ca pe­las au­to­ri­da­des an­go­la­nas a 6 de No­vem­bro e que vi­sa, de acor­do com a ter­mi­no­lo­gia ofi­ci­al, re­for­çar a au­to­ri­da­de do Es­ta­do em to­dos os do­mí­ni­os, re­du­zir os prin­ci­pais fac­to­res de­sen­ca­de­a­do­res da de­sor­dem e in­se­gu­ran­ça, bem como os da vi­o­lên­cia ur­ba­na e da si­nis­tra­li­da­de ro­do­viá­ria, aper­fei­ço­ar os me­ca­nis­mos e ins­tru­men­tos pa­ra a prevenção e com­ba­te à imi­gra­ção ile­gal, e proi­bir a ven­da de pro­du­tos não au­to­ri­za­dos em mer­ca­dos in­for­mais.

VEN­DE­DO­RAS AMBULANTES (ZUNGUEIRAS) NAS RU­AS DE LU­AN­DA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.