PO­E­MA DE LAN­DA WO Ig­no­rân­cia

Jornal Cultura - - Navegações -

Tchim­pa­dou1! Não sei! Não co­nhe­ço os so­ta­ques da mi­nha lín­gua ma­ter­na O vo­ca­bu­lá­rio dis­per­so de uma lín­gua no li­mi­ar do seu tem­po. Não co­nhe­ço o no­me dos an­te­pas­sa­dos Do pai de Ngou­mi­ni2, ao ir­mão do Tchi­lon­go3, ama­nu­en­ses das tum­bas Não co­nhe­ço os pas­sos de dan­ça das es­pi­gas de mi­lho-miú­do De um cam­po ama­re­le­ci­do com a dú­vi­da Con­se­lhos pa­ra con­tos, his­tó­ri­as pa­ra len­das Não co­nhe­ço o ri­tu­al do ba­nho da meia-noi­te da viú­va Ain­da me­nos o sen­ti­do ini­ciá­ti­co do bal­let dos cir­cun­ci­da­dos. Não sei co­mo in­ter­pre­tar so­nhos Os li­mi­tes da mi­nha cul­tu­ra! Ah! Es­ta mo­ça em agonia Não sei, ain­da não sei Co­mo di­a­lo­gar com os mor­tos Es­tes heróis per­cor­rem os cor­re­do­res das tre­vas quan­do a noi­te cai Quan­do se le­van­ta o la­ti­do pun­gen­te de um ca­chor­ro mal­tra­ta­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.