INVARIÂNCIAS

Jornal Cultura - - Letras -

da obra, “um con­cei­to que pro­vém tan­to da psi­co­lo­gia, quan­to da ísi­ca e da ma­te­má­ti­ca. Se­gun­do Hei­der, “a atri­bui­ção de invariâncias a ob­jec­tos e even­tos tor­na pos­sí­vel um mun­do mais ou me­nos es­tá­vel, pre­vi­sí­vel e con­tro­lá­vel. Se­guin­do o mes­mo ra­ci­o­cí­nio, ve­ri ica­mos que, em to­dos os po­e­mas de Invariâncias a po­e­sia as­sen­ta em me­tá­fo­ras bem cons­truí­das e on­de, ca­da uma de­las tem a fun­ção de char­nei­ra, ou, se qui­ser­mos, de “pa­la­vra-ma­triz, cer­ca­da de pa­la­vras se­cun­dá­ri­as ou de­pen­den­tes, tu­do com­pon­do ‘at­mos­fe­ras’ poé­ti­cas”. Na po­e­sia de Cris­tó­vão Ne­to, na es­tru­tu­ra­ção tex­tu­al

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.