Ar­raiá Bem Bra­sil e Noi­te da Nos­tal­gia do Uru­guai

Jornal Cultura - - PATRIMÓNIO CULTURAL -

No mês do de­di­ca­do ao au­tor de "Ha­ve­mos de Vol­tar" du­as co­mu­ni­da­des es­tran­gei­ras tra­zem pa­ra Lu­an­da fes­tas po­pu­la­res que es­tão en­rai­za­das na sua cul­tu­ra, "Ar­raiá" e "Noi­te da Nos­tal­gia" res­pec­ti­va­men­te do Bra­sil e Uru­guai. A pri­mei­ra acon­te­ceu na For­ta­le­za de São Mi­guel e a se­gun­da no Pa­lá­cio de Ferro. dim e qua­tro san­fo­nei­ros brin­da­ram o pú­bli­co apos­tan­do no for­ró um dos rit­mos mais tra­di­co­nais do ser­tão nor­des­ti­no. O ar­tis­ta que ao la­do de Rai­mun­do So­dré no ano pas­sa­do es­te­ve no pri­mei­ro Ar­raiá Bem Bra­sil regressou com o pro­jec­to Quin­te­to San­fó­ni­co do Bra­sil, do qual é lí­der. Mú­si­cas co­mo "Asa Bran­ca", "Es­pe­ran­do na Ja­ne­la", "Eu sou qu­e­ro um Xodò" e ou­tras que em An­go­la ica­ram co­nhe­ci­das na voz de ar­tis­tas co­mo Luis Gon­za­gas, Gil­ber­to Gil, Dominguinhos, Elba Ramalho e em no­ve­las co­mo Ro­que San­tei­ro, Lam­pião e Ma­ria Bo­ni­ta fo­ram apre­ci­a­das no ser­tão que foi trans­for­ma­do o ac­tu­al Mu­seu das For­ças Ar­ma­das . O Ar­raiá acon­te­ce ge­ral­men­te nas co­me­mo­ra­ções das tra­di­ci­o­nais fes­tas ju­ni­nas, mas em so­lo an­go­la­no es­te ano fo­ram trans­fe­ri­das pa­ra o mês de Se­tem­bro, se­gun­do a or­ga­ni­za­ção por­que em Ju­nho os prin­ci­pais no­mes do "For­ró" têm a gen­te pre­en­chi­da e op­ta­ram por es­tes di­as pa­ra as ce­le­bra­ções do Bra­sil em An­go­la, por is­to es­te "Ar­raiá fo­ra de épo­ca". Na fes­ta a mú­si­ca foi acom­pa­nha­da por co­mi­das tí­pi­cas das fes­tas ju­ni­nas, con­fec­ci­o­na­das prin­ci­pal­men­te com mi­lho, man­di­o­ca e gin­gu­ba, be­bi­das e de­co­ra­ção es­pe­ci­al, tu­do no cli­ma das fes­tas ju­ni­nas do Nor­des­te. De sa­li­en­tar que o mú­si­co Ger­son Cas­tro e sua ban­da abri­ram, a ac­ti­vi­da­de brin­dan­do o pú­bli­co com te­mas na­ci­o­nais e de ou­tras pa­ra­gens. Os bra­si­lei­ros su­bi­ram ao pal­co de­pois de uma for­te de­mons­tra­ção do am­bi­en­te fes­ti­vo nor­des­ti­no, com um mes­tre de ce­ri­mó­nia con­vi­dan­do os pre­sen­tes pa­ra uma ro­da. A pro­du­ção da fes­ta mos­trou um cer­to des­co­nhe­ci­men­to da cul­tu­ra an­go­la­na, a ir­man­do des­co­nhe­cer a exis­tên­cia de ar­tis­tas an­go­la­nos que to­cas­sem con­cer­ti­na e su­ge­rin­do que com es­te pro­jec­to, o For­rô es­ta­va a en­trar em An­go­la. Horácio Dá Mes­qui­ta e Raúl Tol­lin­gas exe­cu­tan­tes da con­ce­ri­na mos­tra­ram-se in­dig­na­dos com es­ta pos­tu­ra e ques­ti­o­nam es­tes in­ter-

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.