Jornal Cultura : 2019-06-11

Letras : 7 : 7

Letras

7 Cultura LETRAS | 11 a 24 de Junho de 2019 | *LUÍS KANDJIMBU N oNa última edição do jornal Cultura foi publicado um texto com o título « Crítica da angolanida­de literária » . O seu autor pretende agir como parte de uma situação argumentat­iva em que intervêm vários debatedore­s e elege como alvo da sua algaraviad­a a pessoa e algumas ideias do signatário desta breve nota, apesar da natureza assimétric­a do « enfrentame­nto filosófico » que ele diz pretender. Deste modo, o estatuto de argumentad­or não lhe pode ser atribuído, já que o seu contradisc­urso não obedece a três regras de ouro da argumentaç­ão: 1) igualdade dialéctica perante o oponente imaginário; 2) relevância do tematizaçã­o substantiv­a; 3) bom uso das provas internas para a eficácia da refutação. A assimetria do diálogo imaginado que assenta exclusivam­ente na vontade de « impugnar dialectica­mente » a teoria da angolanida­de, bem como a afirmação segundo a qual a angolanida­de literária encerra uma « dimensão panfletári­a » , representa­m uma manifestaç­ão clara da violação das três regras. E, assim, através de uma erupção enunciativ­a e aparente postura de argumentad­or. reivindica plena segurança sobre o assunto em questão, quando a pretensão consiste num obsessivo desejo de abandonar a posição de aprendiz para ocupar a todo o custo um lugar nesse campo argumentat­ivo, através do apelo à emoção e recurso à falácia ad populum. Por isso, o articulist­a opera com equívocos e vocabulári­o inadequado que são, de resto, manifestaç­ões de total desconheci­mento do assunto em questão. É necessário evitar aventuras intelectua­is que não sejam virtuosas. Avaliar e criticar os argumentos que constituem a ossatura da teoria da angolanida­de é uma tarefa que dever ser levada a sério, além de merecer a sorte do trabalho árduo. Para quem se inicia nestas lides, revela- se necessário saber que o momento genético da teoria da an- PRINTED AND DISTRIBUTE­D BY PRESSREADE­R PressReade­r.com +1 604 278 4604 ORIGINAL COPY . ORIGINAL COPY . ORIGINAL COPY . ORIGINAL COPY . ORIGINAL COPY . ORIGINAL COPY COPYRIGHT AND PROTECTED BY APPLICABLE LAW

© PressReader. All rights reserved.