Soyo pro­põe pa­ga­men­to do im­pos­to na au­tar­quia

Con­sul­ta pública foi ori­en­ta­da pe­lo se­cre­tá­rio de Es­ta­do da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio, Már­cio Da­ni­el Lo­pes

Jornal de Angola - - PRIMEIRA PÁGINA - Ja­que­li­no Fi­guei­re­do | Soyo Ka­pa­lo Ma­nu­el | Moxico

Mem­bros da so­ci­e­da­de ci­vil do mu­ni­cí­pio do Soyo, na pro­vín­cia do Zai­re, pro­põem que as pe­que­nas, mé­di­as e gran­des em­pre­sas pa­guem a to­ta­li­da­de dos im­pos­tos nas autarquias on­de ar­re­ca­dam re­cei­tas.

A pro­pos­ta do pa­co­te le­gis­la­ti­vo pa­ra a im­ple­men­ta­ção das autarquias no país em 2020 foi apre­sen­ta­da e ana­li­sa­da pe­los mem­bros do go­ver­no e da so­ci­e­da­de ci­vil na quar­ta-fei­ra na vi­la do Soyo, pro­vín­cia do Zai­re.

A con­sul­ta pública foi ori­en­ta­da pe­lo se­cre­tá­rio de Es­ta­do da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio e Re­for­ma do Es­ta­do, Már­cio Da­ni­el Lo­pes.

Aca­dé­mi­cos, po­lí­ti­cos e fun­ci­o­ná­ri­os pú­bli­cos, na pre­sen­ça do vi­ce-go­ver­na­dor pa­ra o sec­tor Eco­nó­mi­co, Fé­lix Ki­a­lin­gui­la, dis­cu­ti­ram as seis pro­pos­tas de lei cons­tan­tes do pa­co­te le­gis­la­ti­vo au­tár­qui­co, cu­ja di­vul­ga­ção e dis­cus­são de­cor­re em to­do o ter­ri­tó­rio.

O pa­co­te le­gis­la­ti­vo au­tár­qui­co é cons­ti­tuí­do pe­las pro­pos­tas de leis or­gâ­ni­cas so­bre a or­ga­ni­za­ção e fun­ci­o­na­men­to das autarquias, das elei­ções au­tár­qui­cas, so­bre a ins­ti­tu­ci­o­na­li­za­ção das autarquias lo­cais, da tu­te­la ad­mi­nis­tra­ti­va, da trans­fe­rên­cia de atri­bui­ções e com­pe­tên­ci­as do Es­ta­do pa­ra as autarquias lo­cais e das fi­nan­ças lo­cais.

Du­ran­te a apre­sen­ta­ção do pa­co­te le­gis­la­ti­vo, o di­rec­tor do Cen­tro de Pes­qui­sa de Po­lí­ti­cas Pú­bli­cas e Go­ver­na­ção Lo­cal da Uni­ver­si­da­de Agos­ti­nho Ne­to, Car­los Teixeira, in­di­cou que o fó­rum de aus­cul­ta­ção vi­sou uma in­te­rac­ção en­tre o go­ver­no lo­cal e mu­ní­ci­pes.

“Com a ins­ti­tu­ci­o­na­li­za­ção das autarquias, as atri­bui­ções e com­pe­tên­ci­as do po­der central pas­sam pa­ra os ór­gãos au­tár­qui­cos”, es­cla­re­ceu Car­los Teixeira, que de­fen­deu o gra­du­a­lis­mo ge­o­grá­fi­co co­mo me­lhor via pa­ra a im­ple­men­ta­ção das autarquias.

Car­los Teixeira fa­lou da re­la­ção que de­ve exis­tir en­tre o po­der central e os ór­gãos au­tár­qui­cos, e da ques­tão da re­co­lha de re­cei­tas re­sul­tan­tes de im­pos­tos. Es­tas ma­té­ri­as sus­ci­ta­ram ace­sos de­ba­tes en­tre os mu­ní­ci­pes do Soyo e o go­ver­no.

Após a dis­cus­são das pro­pos­tas de lei cons­tan­tes do pa­co­te le­gis­la­ti­vo au­tár­qui­co, a so­ci­e­da­de ci­vil do Soyo su­ge­re que al­gu­mas ques­tões li­ga­das à re­co­lha de re­cei­tas pa­ra as autarquias bem co­mo as per­cen­ta­gens das con­sig­na­ções se­jam de­ba­ti­das de for­ma pro­fun­da.

Os mem­bros da so­ci­e­da­de ci­vil con­si­de­ra­ram que o Exe­cu­ti­vo de­ve fa­zer al­gu­mas con­ces­sões em re­la­ção aos im­pos­tos pre­di­al e in­dus­tri­al, bem co­mo às per­cen­ta­gens con­sig­na­das pa­ra me­lhor ar­re­ca­da­ção de re­cei­tas por par­te dos fu­tu­ros po­de­res au­tár­qui­cos.

“Acha­mos que quer as pe­que­nas, mé­di­as e gran­des em­pre­sas de­vem pa­gar na to­ta­li­da­de os seus im­pos­tos jun­to das autarquias, uma vez que es­sas em­pre­sas fun­ci­o­nam nes­sas lo­ca­li­da­des”, su­ge­ri­ram.

“Nós pro­po­mos es­sa al­te­ra­ção é no sen­ti­do de se tor­nar mais in­clu­si­va, por­que den­tro da co­mu­ni­da­de não te­re­mos só as autarquias lo­cais, uma vez que já exis­te o po­der lo­cal que são as au­to­ri­da­des tra­di­ci­o­nais e era bom que fos­sem ti­das em con­ta pa­ra jun­tar o útil ao agra­dá­vel”, acres­cen­ta­ram.

Os mu­ní­ci­pes con­si­de­ra­ram tam­bém que o cri­té­rio de can­di­da­tu­ras de­ve con­tem­plar ape­nas o ci­da­dão re­si­den­te há mais de cin­co anos na lo­ca­li­da­de, e que co­nhe­ça de for­ma pro­fun­da a re­a­li­da­de da co­mu­ni­da­de.

Aus­cul­ta­ção no Moxico

O pro­ces­so de aus­cul­ta­ção so­bre as autarquias foi apre­sen­ta­do on­tem, no mu­ni­cí­pio de Ca­ma­non­gue, na pro­vín­cia do Moxico, pe­la se­cre­tá­ria de Es­ta­do da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio. Lau­rin­da Car­do­so ex­pli­cou que o pro­ces­so de aus­cul­ta­ção so­bre as autarquias vai per­mi­tir ou­vir os ci­da­dãos so­bre es­ta ma­té­ria e con­se­quen­te­men­te cri­ar con­di­ções téc­ni­cas e ma­te­ri­ais pa­ra que o pro­ces­so che­gue a to­dos os mu­ni­cí­pi­os se­lec­ci­o­ná­veis.

Ao Mi­nis­té­rio da Ad­mi­nis­tra­ção do Ter­ri­tó­rio e Re­for­ma do Es­ta­do ca­be or­ga­ni­zar e pre­pa­rar to­dos os pro­ces­sos que têm a ver com a po­lí­ti­ca ad­mi­nis­tra­ti­va do país, so­bre­tu­do ques­tões da to­po­ní­mia, fi­xa­ção das re­si­dên­ci­as dos ci­da­dãos, e or­ga­ni­za­ção ad­mi­nis­tra­ti­va, lem­brou a se­cre­tá­ria de Es­ta­do, que acres­cen­tou que de­vem ser cri­a­das as con­di­ções pa­ra que os mu­ni­cí­pi­os pos­sam con­ti­nu­ar a fun­ci­o­nar e se adap­tem fa­cil­men­te a fu­tu­ras câ­ma­ras mu­ni­ci­pais.

Lau­rin­da Car­do­so fa­lou do di­plo­ma re­la­ci­o­na­do com o re­for­ço das com­pe­tên­ci­as das ad­mi­nis­tra­ções mu­ni­ci­pais e da de­li­mi­ta­ção das com­pe­tên­ci­as de âm­bi­to central, pro­vin­ci­al e mu­ni­ci­pal.

“Es­ta­mos a tra­ba­lhar com to­dos os mu­ni­cí­pi­os do país, res­pei­tan­do a es­pe­ci­fi­ci­da­de de ca­da um”, dis­se a se­cre­tá­ria de Es­ta­do.

Pa­ra o aca­dé­mi­co Pe­dro Fi­e­te, as autarquias de­vem ser im­ple­men­ta­das de for­ma fa­se­a­da, per­mi­tin­do de for­ma pau­la­ti­na a trans­fe­rên­cia das com­pe­tên­ci­as, co­mo de­fi­ne o di­plo­ma le­gal das autarquias lo­cais.

Di­rec­tor do Cen­tro de Pes­qui­sa de Po­lí­ti­cas Pú­bli­cas e Go­ver­na­ção Lo­cal da Uni­ver­si­da­de Agos­ti­nho Ne­to afir­mou que o fó­rum vi­sou uma in­te­rac­ção en­tre o go­ver­no lo­cal e mu­ní­ci­pes

ADOLFO DUMBO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO | SOYO

Car­los Teixeira fa­lou da re­la­ção que de­ve exis­tir en­tre o po­der central e os ór­gãos au­tár­qui­cos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.