Go­ver­no lança con­cur­so pa­ra San­tuá­rio da Mu­xi­ma

Jornal de Angola - - ESPECIAL - Cé­sar André

Um con­cur­so pú­bli­co in­ter­na­ci­o­nal pa­ra ad­ju­di­ca­ção da obra de cons­tru­ção do san­tuá­rio de Nos­sa Se­nho­ra da Mu­xi­ma, no mu­ni­cí­pio da Qui­ça­ma, pro­vín­cia de Lu­an­da, vai ser lan­ça­do den­tro de 15 di­as pe­lo Ga­bi­ne­te de Obras Es­pe­ci­ais (GOE), res­pon­sá­vel pe­lo pro­jec­to.

A in­for­ma­ção foi da­da on­tem na Qui­ça­ma, pe­lo di­rec­tor ge­ral do Ga­bi­ne­te de Obras Es­pe­ci­ais, du­ran­te a apre­sen­ta­ção do pro­jec­to, que con­tem­pla a re­qua­li­fi­ca­ção da Vi­la da Mu­xi­ma. Le­o­nel Pinto da Cruz anun­ci­ou que o Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças es­tá “a fe­char as li­nhas de fi­nan­ci­a­men­to” e só de­pois des­se pro­ces­so se vai pro­ce­der à assinatura de con­tra­tos co­mer­ci­ais pa­ra a em­prei­ta­da.

“O Che­fe do Exe­cu­ti­vo ao en­vi­ar-nos ho­je à Qui­ça­ma pa­ra ana­li­sar e re­ce­ber mais con­tri­bui­ções pa­ra o pro­jec­to é por­que já exis­te um ca­mi­nho a se­guir”, dis­se o di­rec­tor­ge­ral do GOE.

Le­o­nel Pinto da Cruz acre­di­ta que nos pró­xi­mos seis me­ses ha­ve­rá con­di­ções de o Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças fe­char as li­nhas de fi­nan­ci­a­men­to e, des­te mo­do, ini­ci­ar­se a em­prei­ta­da.

O san­tuá­rio, que se­rá er­gui­do a 130 qui­ló­me­tros da ci­da­de de Lu­an­da, vai ocu­par uma área to­tal de 90 hec­ta­res re­par­ti­dos em du­as par­ce­las de 40 mil me­tros qua­dra­dos.

Nu­ma das par­ce­las, a in­fra-es­tru­tu­ra central vai ocu­par uma área de 40 mil me­tros qua­dra­dos de cons­tru­ção, com um edi­fí­cio com ca­pa­ci­da­de pa­ra 460 de­vo­tos sen­ta­dos.

A área ur­ba­nís­ti­ca, que tam­bém com­por­ta 40 mil hec­ta­res, in­te­gra a cons­tru­ção da ba­sí­li­ca, com uma va­ri­an­te ur­ba­na que in­clui uma pra­ça pública com ca­pa­ci­da­de pa­ra 200 mil de­vo­tos.

O pro­jec­to de cons­tru­ção do san­tuá­rio e re­qua­li­fi­ca­ção da Vi­la da Qui­ça­ma vi­sa cri­ar um es­pa­ço re­li­gi­o­so e in­te­gral à com­po­nen­te ur­ba­na, con­tri­buin­do pa­ra a me­lho­ria da qua­li­da­de de vi­da da co­mu­ni­da­de lo­cal e o au­men­to da ri­que­za so­ci­o­cul­tu­ral.

O mi­nis­tro da Cons­tru­ção e Obras Pú­bli­cas, Ma­nu­el Ta­va­res de Al­mei­da, dis­se que as pre­o­cu­pa­ções apre­sen­ta­das cor­res­pon­dem aos an­sei­os da po­pu­la­ção, sa­li­en­tan­do que o pro­jec­to vai va­lo­ri­zar a re­gião em vá­ri­os as­pec­tos.

A mi­nis­tra da Cul­tu­ra, Ca­ro­li­na Cer­quei­ra, afir­mou que a con­cre­ti­za­ção do pro­jec­to vai cri­ar em­pre­go pa­ra a ju­ven­tu­de, in­cre­men­tar a in­ves­ti­ga­ção, o es­tu­do so­bre o das po­pu­la­ções, que têm mui­tos mi­tos, tra­di­ção e há­bi­tos cul­tu­rais.

O go­ver­na­dor de Lu­an­da, Adriano Men­des de Car­va­lho, su­bli­nhou “a gran­de hon­ra” de po­der ver edi­fi­ca­da uma mag­ní­fi­ca in­fra­es­tru­tu­ra que vai, de cer­ta for­ma, va­lo­ri­zar um lo­cal de de­vo­ção es­pi­ri­tu­al.

O bis­po da Di­o­ce­se de Vi­a­na, Jo­a­quim Lo­pes, enal­te­ceu a ini­ci­a­ti­va, por­que vai ele­var a es­ti­ma dos ha­bi­tan­tes e, ao mes­mo tem­po en­gran­de­cer e va­lo­ri­zar o lo­cal, que re­ce­be fre­quen­te­men­te de­vo­tos de vá­ri­as par­tes do mun­do.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.