Re­a­bi­li­ta­ção do ra­mal que li­ga An­go­la à Zâm­bia co­me­ça em No­vem­bro

AIPEX au­to­ri­zou 42 pro­jec­tos des­de Ju­lho, o mais ex­pres­si­vo dos qu­ais em ter­mos de ge­ra­ção de em­pre­go e ren­di­men­tos dá os pri­mei­ros re­sul­ta­dos den­tro de três anos

Jornal de Angola - - PRIMEIRA PÁGINA - Vic­to­ri­no Jo­a­quim

A Agên­cia de Apoio ao In­ves­ti­men­to Pri­va­do e Pro­mo­ção das Ex­por­ta­ções (AIPEX) apro­vou, des­de Ju­lho, 42 pro­pos­tas de in­ves­ti­men­to, ava­li­a­das em mais de 400 mi­lhões de dó­la­res, re­ve­lou ao Jor­nal de An­go­la o ad­mi­nis­tra­dor da­que­les ser­vi­ços Lel­lo Fran­cis­co.

As pro­pos­tas, adi­an­tou, jun­tam-se a cin­co mil ou­tras, apro­va­das du­ran­te a ges­tão das ex­tin­tas Agên­cia Na­ci­o­nal pa­ra o In­ves­ti­men­to Pri­va­do (ANIP), Uni­da­de Téc­ni­ca pa­ra o In­ves­ti­men­to Pri­va­do (UTIP), Agên­cia pa­ra Pro­mo­ção de In­ves­ti­men­to e Ex­por­ta­ções de An­go­la (APIEX) e Unidades Téc­ni­cas de Apoio ao In­ves­ti­men­to Pri­va­do UTAIP.

Lel­lo Fran­cis­co apon­tou co­mo o “mais abran­gen­te” en­tre as pro­pos­tas apro­va­das pe­la AIPEX - uma re­fe­rên­cia aos efei­tos mul­ti­pli­ca­do­res nos do­mí­ni­os da cri­a­ção de em­pre­go e ren­di­men­tos -, um pro­jec­to agrí­co­la pa­ra pro­du­ção de mi­lho e so­ja em Ma­lan­je, ci­fra­do em 30 mi­lhões de dó­la­res.

A ope­ra­ção con­sis­te so­bre­tu­do na pro­du­ção de gritz, ma­té­ria-pri­ma pa­ra o fa­bri­co de cer­ve­ja quan­do se de­se­ja um cor­po mais le­ve sem al­te­rar a cor da be­bi­da e dá os pri­mei­ros re­sul­ta­dos den­tro dos pró­xi­mos três anos.

Ou­tro, é o de mo­der­ni­za­ção da Vi­drul, em Lu­an­da, em que são em­pre­gues mais de 20 mi­lhões de dó­la­res na subs­ti­tui­ção dos ac­tu­ais for­nos e na pro­du­ção de re­ci­pi­en­tes de vi­dro pa­ra be­bi­das al­coó­li­cas, re­fri­ge­ran­tes e ou­tros pro­du­tos.

Con­ta-se tam­bém um pro­jec­to pa­ra cons­tru­ção, por 50 mi­lhões de dó­la­res, de um par­que in­dus­tri­al no Ben­go, es­pe­ci­a­li­za­do na pro­du­ção de va­si­lha­me em ce­râ­mi­ca e vi­dro pa­ra di­ver­sas uti­li­da­des.

Lel­lo Fran­cis­co, que ad­mi­nis­tra a área de Avaliação de Pro­pos­tas de In­ves­ti­men­to, Es­tu­dos e Acom­pa­nha­men­to de Pro­jec­tos da AIPEX, ga­ran­tiu que as con­di­ções pa­ra o ar­ran­que des­tes pro­jec­tos es­tão “to­tal­men­te cri­a­das” e, no con­jun­to, re­sul­tam na ofer­ta de três mil pos­tos de tra­ba­lho.

Es­tes pro­jec­tos, acres­cen­tou, têm o tra­ço co­mum de se­rem fi­nan­ci­a­dos pe­los pró­pri­os in­ves­ti­do­res com re­cur­so ao cré­di­to ban­cá­rio e de te­rem o po­ten­ci­al de re­du­zir as im­por­ta­ções dos pro­du­tos a que se de­di­cam.

O ad­mi­nis­tra­dor no­tou que um dos cri­té­ri­os pa­ra a apro­va­ção de pro­pos­tas de in­ves­ti­men­to, é o dos in­ves­ti­do­res pro­va­rem ter ca­pa­ci­da­de fi­nan­cei­ra pa­ra su­por­tar os pro­jec­tos, ape­sar de que a no­va Lei de In­ves­ti­men­to Pri­va­do não de­fi­ne ne­nhum va­lor co­mo pre­mis­sa pa­ra in­ves­tir no país.

Ad­ver­tiu, en­tre­tan­to, con­tra a “fal­sa ideia” de que, quan­do se apro­va uma pro­pos­ta de in­ves­ti­men­to, a in­fra-estrutura fi­ca ime­di­a­ta­men­te dis­po­ní­vel pa­ra ope­rar. “Is­so não fun­ci­o­na des­sa ma­nei­ra: quan­do apro­va­mos uma pro­pos­ta de in­ves­ti­men­to, não sig­ni­fi­ca que vai ser obri­ga­to­ri­a­men­te im­ple­men­ta­da”, dis­se.

“Al­gu­mas pro­pos­tas po­dem ser apro­va­das e não vir a ser im­ple­men­ta­das por di­ver­sas ra­zões, co­mo o não fi­nan­ci­a­men­to da úl­ti­ma ho­ra, con­fli­tos de in­te­res­se que ter­mi­nam na se­pa­ra­ção dos só­ci­os, fal­ta de ter­ra pa­ra im­plan­ta­ção e ou­tros pro­ble­mas que po­dem sur­gir à úl­ti­ma ho­ra”, es­cla­re­ceu.

O res­pon­sá­vel ma­ni­fes­tou pre­o­cu­pa­ção por a mai­or par­te dos in­ves­ti­do­res ten­der a in­ves­tir em Lu­an­da, em de­tri­men­to de ou­tros pon­tos do país, até mes­mo pa­ra pro­du­ções em que nos re­cur­sos não são abun­dan­tes nes­ta re­gião, co­mo é o ca­so de uma fá­bri­ca de lac­ti­cí­ni­os na Zo­na Eco­nó­mi­ca Es­pe­ci­al, Lu­an­daBen­go, no qu­al são in­ves­ti­dos cer­ca de 50 mi­lhões de dó­la­res.

SANTOS PE­DRO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Zo­na Eco­nó­mi­ca Es­pe­ci­al absorve ca­pi­tais, mas dei­xa a AIPEX pre­o­cu­pa­da por os in­ves­ti­men­tos pen­de­rem a fa­vor de Lu­an­da

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.