Pe­tro po­de vol­tar lí­der da des­lo­ca­ção a Ca­bin­da

Jornal de Angola - - DESPORTO - Amân­dio Cle­men­te

O Spor­ting de Ca­bin­da pro­cu­ra con­quis­tar ho­je a pri­mei­ra vi­tó­ria no Cam­pe­o­na­to Na­ci­o­nal de fu­te­bol da pri­mei­ra di­vi­são, Gi­ra­bo­la, na re­cep­ção ao Pe­tro de Lu­an­da, às 15h00, no Es­tá­dio Mu­ni­ci­pal do Ta­fe, na ca­pi­tal da pro­vín­cia mais se­ten­tri­o­nal do país, em jogo de an­te­ci­pa­ção à quar­ta jor­na­da.

Uma ta­re­fa com­pli­ca­da pa­ra os le­o­ni­nos, já que de­fron­tam um sé­rio can­di­da­to ao tí­tu­lo, que saiu de Lu­an­da com a pre­ten­são de re­gres­sar com os três pon­tos na ba­ga­gem. Os “leões” ain­da não ven­ce­ram e so­mam ape­nas go­le­a­das. Em dois de­sa­fi­os a equi­pa trei­na­da por Eme­na Ku­a­zam­be já le­va seis go­los so­fri­dos e ain­da não fez o gos­to ao pé, pe­lo que esta tar­de vai pro­cu­rar que­brar o “en­gui­ço”.

O Pe­tro, por seu tur­no, en­tra pa­ra a par­ti­da com a pre­ten­são de vencer a par­ti­da e iso­lar-se, ain­da que pro­vi­so­ri­a­men­te, na liderança da com­pe­ti­ção. Os tri­co­lo­res, ape­sar de jo­ga­rem com al­gu­mas bai­xas, es­tão mo­ra­li­za­dos com a vi­tó­ria (3-1) da jor­na­da pas­sa­da so­bre o Cu­an­do Cu­ban­go FC e am­bi­ci­o­nam man­ter-se nesta sen­da, ten­do em con­ta o ob­jec­ti­vo na com­pe­ti­ção, que tem co­mo me­ta a re­con­quis­ta do troféu, que já fo­ge há dez anos da sua ga­le­ria.

Ape­sar do fa­vo­ri­tis­mo in­dis­cu­tí­vel do con­jun­to trei­na­do pe­lo his­pa­no-brasileiro Ro­ber­to “Be­to” Bi­an­chi, a equi­pa an­fi­triã pro­me­te con­tra­ri­ar as pre­ten­sões dos visitantes e o seu téc­ni­co as­su­me a von­ta­de de ga­nhar, em­bo­ra re­co­nhe­ça que a em­prei­ta­da se­ja her­cú­lea. “Sa­be­mos que o jogo afi­gu­ra-se di­fí­cil, mas te­mos as nos­sas ar­mas pa­ra con­tra­por ao po­de­rio e pre­ten­sões do opo­nen­te. Não nos pas­sa pe­la ca­be­ça per­der o ter­cei­ro jogo”, en­fa­ti­zou Eme­na Ku­a­zam­be.

O trei­na­dor do Pe­tro as­su­me igual­men­te a pre­ten­são de sair com a to­ta­li­da­de dos pon­tos de Ca­bin­da. “Tra­ba­lha­mos sempre com o pen­sa­men­to nos três pon­tos, com ba­se no res­pei­to aos ad­ver­sá­ri­os”, afir­ma Be­to Bi­an­chi.

AGOS­TI­NHO NARCISO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

Job e He­re­nil­son são pe­ças fun­da­men­tais dos tri­co­lo­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.