À cam­pa­nha “Nas­cer Li­vre Pa­ra Bri­lhar”

Jornal de Angola - - OPINIÃO -

Os Es­ta­dos Uni­dos são um par­cei­ro or­gu­lho­so de An­go­la na lu­ta con­tra o VIH/SIDA. Ao ce­le­brar­mos o Dia Mun­di­al da Sida em 2018, é im­por­tan­te olhar pa­ra o tra­ba­lho de­di­ca­do a sal­var a vi­da de cen­te­nas de mi­lha­res de an­go­la­nos e a cri­ar um fu­tu­ro mais ri­so­nho pa­ra to­dos.

Em 2018, os Es­ta­dos Uni­dos co­me­mo­ra­ram o 15º ani­ver­sá­rio do Pla­no de Emer­gên­cia do Pre­si­den­te dos EUA pa­ra o Alí­vio do Sida (Pep­far). Há quin­ze anos, qu­an­do o Pep­far co­me­çou, o VIH era uma sen­ten­ça de mor­te em mui­tas par­tes do mun­do, in­cluin­do em An­go­la. Ho­je, no en­tan­to, es­ta­mos mais pró­xi­mos do que nun­ca de re­du­zir a ta­xa de trans­mis­são des­se ví­rus e al­can­çar o con­tro­lo da epi­de­mia.

O su­ces­so do Pep­far em trans­for­mar a mor­te e o de­ses­pe­ro em vi­da e es­pe­ran­ça mol­dou a for­ma co­mo as pes­so­as e a so­ci­e­da­de olham pa­ra o seu fu­tu­ro, ape­sar do seu es­ta­do se­ro­ló­gi­co.

Gra­ças à li­de­ran­ça do ex-Pre­si­den­te Ge­or­ge W. Bush e à ge­ne­ro­si­da­de con­tí­nua do po­vo ame­ri­ca­no, as equi­pas do Pep­far em to­do o mun­do con­ti­nu­am a apoi­ar a rá­pi­da ex­pan­são do aces­so aos ser­vi­ços de pre­ven­ção e tra­ta­men­to do VIH pa­ra os mais ne­ces­si­ta­dos. Des­de 30 de Se­tem­bro de 2018, o Pep­far es­tá a apoi­ar mais de 14,6 mi­lhões de pes­so­as no mun­do, com tra­ta­men­to an­ti-re­tro­vi­ral (ART) que sal­va vi­das, em com­pa­ra­ção com as 50.000 pes­so­as que es­ta­vam em tra­ta­men­to em Áfri­ca, qu­an­do o Pep­far co­me­çou em 2003.

Em An­go­la, a Pri­mei­ra-Da­ma, Sra. Ana Di­as Lourenço, abra­çou pes­so­al­men­te o de­sa­fio de re­du­zir a ta­xa de trans­mis­são do ví­rus da mãe pa­ra o fi­lho du­ran­te a gra­vi­dez até 2022. An­go­la tem um nú­me­ro re­la­ti­va­men­te bai­xo de pes­so­as a vi­ver com o HIV e, por­tan­to, tem a opor­tu­ni­da­de de evi­tar que o VIH se tor­ne a epi­de­mia vi­vi­da por ou­tros paí­ses. Lou­va­mos e apoi­a­mos os es­for­ços da Pri­mei­ra-Da­ma ao jun­tar­mo-nos na lu­ta con­tra o VIH/Sida em An­go­la.

Em 2018, os Es­ta­dos Uni­dos dis­po­ni­bi­li­za­ram 15,9 mi­lhões de dó­la­res na lu­ta con­tra o Sida em An­go­la. O nos­so in­ves­ti­men­to em uni­da­des sa­ni­tá­ri­as, apoi­a­das pe­lo Pep­far em An­go­la, atin­ge 35 por cen­to dos an­go­la­nos que es­tão afec­ta­dos pe­lo ví­rus. Por exem­plo, na pro­vín­cia de Luanda, no­ve clí­ni­cas apoi­a­das pe­lo Pep­far de­sen­vol­ve­ram mo­de­los de bo­as prá­ti­cas de tra­ta­men­to, que po­dem ser re­pli­ca­das em ou­tras uni­da­des de saú­de em to­do o país. O apoio do Pep­far in­clui as­sis­tên­cia pa­ra pa­dro­ni­zar os pro­ce­di­men­tos ope­ra­ci­o­nais, ge­rir os flu­xos de pa­ci­en­tes e as­se­gu­rar a exis­tên­cia de es­tra­té­gi­as efi­ca­zes de do­cu­men­ta­ção que res­pei­tam as di­rec­tri­zes na­ci­o­nais cri­a­das pe­lo Mi­nis­té­rio da Saú­de.

O es­tig­ma e a dis­cri­mi­na­ção con­tra pes­so­as a vi­ver com o VIH re­du­zem a nos­sa ca­pa­ci­da­de de ven­cer a lu­ta con­tra a do­en­ça. A li­cen­ça de or­ga­ni­za­ções da so­ci­e­da­de ci­vil pa­ra au­men­tar a cons­ci­en­ci­a­li­za­ção on­de é ne­ces­sá­ria é mui­to im­por­tan­te e pe­lo me­nos uma des­sas or­ga­ni­za­ções an­go­la­nas foi re­gis­ta­da no ano pas­sa­do. Mais são ne­ces­sá­ri­as.

O Pep­far An­go­la apoi­ou o Mi­nis­té­rio da Saú­de com o lan­ça­men­to da es­tra­té­gia “Tes­tar e Tra­tar” em 16 uni­da­des hos­pi­ta­la­res em Luanda. “Tes­tar e Tra­tar” é a es­tra­té­gia na­ci­o­nal pa­ra vin­cu­lar o tes­te do VIH ao tra­ta­men­to qua­se de ime­di­a­to, di­mi­nuin­do as­sim al­gu­mas das bar­rei­ras ao tra­ta­men­to. Ac­tu­al­men­te, es­ta­mos a ex­plo­rar co­mo o Pep­far po­de avan­çar me­lhor a lu­ta con­tra o VIH em ou­tras áre­as ge­o­grá­fi­cas es­tra­té­gi­cas.

O Go­ver­no dos Es­ta­dos Uni­dos con­ti­nu­a­rá a in­ves­tir re­cur­sos on­de o far­do do VIH é o mais pe­sa­do e o im­pac­to po­ten­ci­al é mai­or. Num pe­río­do de or­ça­men­tos aper­ta­dos, o Pep­far tor­nou-se ain­da mais efi­ci­en­te em cum­prir a nos­sa mis­são com ca­da dó­lar in­ves­ti­do, com­pro­van­do o no­tá­vel poder dos pro­gra­mas de as­sis­tên­cia ex­ter­na dos EUA res­pon­sá­veis, trans­pa­ren­tes e efi­ca­zes.

Nós, na Em­bai­xa­da dos EUA em Luanda, es­ta­mos or­gu­lho­sos por ver o Pep­far e o “Nas­cer Li­vre pa­ra Bri­lhar” a tra­ba­lha­rem jun­tos na lu­ta con­tra o VIH-Sida em An­go­la. A lu­ta con­tra es­ta pan­de­mia con­ti­nua!

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.