Bru­xe­las pro­te­ge ins­ti­tui­ções da União Eu­ro­peia

Jornal de Angola - - MUNDO -

Cen­te­nas de “co­le­tes ama­re­los” ten­ta­ram on­tem ma­ni­fes­tar-se no quar­tei­rão eu­ro­peu de Bru­xe­las, mas fo­ram bar­ra­dos pe­la Po­lí­cia, que po­si­ci­o­nou forças e mei­os pa­ra pro­te­ger as ins­ti­tui­ções da UE.

Nu­ma ré­pli­ca dos pro­tes­tos que de­cor­rem em Fran­ça, mas nu­ma di­men­são me­nor, os “co­le­tes ama­re­los” bel­gas saí­ram pe­la se­gun­da vez à rua na ca­pi­tal do Rei­no e da União Eu­ro­peia, com o ob­jec­ti­vo de se con­cen­tra­rem no quar­tei­rão de Schu­man pa­ra con­fe­ri­rem um “ca­riz eu­ro­peu” à acção, mas des­ta vez a Po­lí­cia es­ta­va bem pre­pa­ra­da à sua es­pe­ra - ao con­trá­rio do que su­ce­deu em 30 de No­vem­bro pas­sa­do -, e as ins­ti­tui­ções eu­ro­pei­as mais pro­te­gi­das do que em di­as de ci­mei­ras de Che­fes de Es­ta­do e de Go­ver­no, mes­mo que pra­ti­ca­men­te va­zi­as, da­do ser sá­ba­do.

Os pou­cos con­fron­tos re­gis­ta­dos on­tem ocor­re­ram quan­do al­guns ma­ni­fes­tan­tes ten­ta­ram for­çar o aces­so a Schu­man, mas ra­pi­da­men­te a si­tu­a­ção acal­mou, até por­que é fla­gran­te o de­se­qui­lí­brio de forças nas ru­as de Bru­xe­las: pa­ra cen­te­nas de 'co­le­tes ama­re­los', as au­to­ri­da­des - que re­ce­a­vam uma aglo­me­ra­ção mai­or e mais vi­o­len­ta - res­pon­de­ram com qua­se um mi­lhar de po­lí­ci­as de cho­que, po­lí­cia a ca­va­lo, ca­nhões de água e bar­rei­ras de ara­me far­pa­do em de­ze­nas de ru­as e ave­ni­das.

A tí­tu­lo pre­ven­ti­vo, a Po­lí­cia pro­ce­deu a cer­ca de uma cen­te­na de de­ten­ções, so­bre­tu­do nas prin­ci­pais es­ta­ções fer­ro­viá­ri­as de Bru­xe­las, pon­to de che­ga­da dos “co­le­tes ama­re­los” vin­dos de ou­tras lo­ca­li­da­des da Bél­gi­ca e con­si­de­ra­dos po­ten­ci­al­men­te pe­ri­go­sos.

Fa­ce ao enor­me pe­rí­me­tro de se­gu­ran­ça mon­ta­do em tor­no das ins­ti­tui­ções co­mu­ni­tá­ri­as, os “co­le­tes ama­re­los” fi­ca­ram pra­ti­ca­men­te con­fi­na­dos a uma ave­ni­da a cer­ca de qui­ló­me­tro e meio de Schu­man.

Tal co­mo em Fran­ça, o au­men­to da car­ga fis­cal so­bre os com­bus­tí­veis é apon­ta­do co­mo fac­tor que fez pro­vo­car os pro­tes­tos. Os bel­gas di­zem acei­tar pa­gar os seus im­pos­tos mas que­rem al­go em tro­ca, de­sig­na­da­men­te ao ní­vel de pres­ta­ção de cui­da­dos de saú­de, edu­ca­ção, en­tre ou­tros.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.