O sím­bo­lo de boa sor­te ma­tri­mo­ni­al

Jornal de Angola - - LAZER -

Uma man­ga­la su­tra (do man­ga­la sâns­cri­to, que sig­ni­fi­ca 'santo, aus­pi­ci­o­so' e su­tra , que sig­ni­fi­ca 'fio') é um co­lar que o noi­vo amar­ra no pes­co­ço da noi­va em paí­ses in­di­a­nos e em al­guns paí­ses asiá­ti­cos, nu­ma ce­ri­mó­nia cha­ma­da Man­galya Dha­ra­nam, que a iden­ti­fi­ca co­mo uma mu­lher ca­sa­da. Es­ta é uma prá­ti­ca social ge­ne­ra­li­za­da na Ín­dia, no Sri Lan­ka e no Ne­pal. Es­ta prá­ti­ca tam­bém é par­te in­te­gran­te de uma ce­ri­mó­nia de ca­sa­men­to, con­for­me pres­cri­to por Ma­nusm­ri­ti. Man­ga­la su­tram sig­ni­fi­ca li­te­ral­men­te "um fio aus­pi­ci­o­so" que é amar­ra­do em tor­no do pes­co­ço da noi­va. Ge­ral­men­te, é um co­lar com con­tas pre­tas amar­ra­das de um fio pre­to ou ama­re­lo pre­pa­ra­do com aça­frão. Às ve­zes ou­ro, con­tas bran­cas ou ver­me­lhas tam­bém são adi­ci­o­na­das ao su­tra­ma de man­ga­la, de­pen­den­do da va­ri­a­ção re­gi­o­nal. É um sím­bo­lo do ca­sa­men­to usa­do por mu­lhe­res. Em cer­tas co­mu­ni­da­des, o noi­vo amar­ra o pri­mei­ro nó en­quan­to a sua ir­mã amar­ra o res­to dos nós. O sig­ni­fi­ca­do do man­ga­la su­tra foi rei­te­ra­do por Adi Shan­ka­ra no seu fa­mo­so li­vro Soun­darya Laha­ri. De acor­do com a tra­di­ção hin­du, o man­ga­la su­tra é usa­do pa­ra a lon­ga vi­da do ma­ri­do. Di­ta­do por cos­tu­mes re­li­gi­o­sos e ex­pec­ta­ti­vas so­ci­ais, as mu­lhe­res ca­sa­das têm que usar man­ga­la su­tra du­ran­te to­da a sua vi­da, pois acre­di­ta-se que a prá­ti­ca au­men­ta o bem-es­tar do seu ma­ri­do. Os es­ti­los ou de­sign do ma­ga­la su­tras são fei­tas de variados mo­de­los. Os mais co­muns são o Laksh­mi tha­a­li, pus­te­lu usa­do pe­los te­lu­gus, ela tha­a­li ou min­nu usa­do pe­los ma­laya­le­es e o kumbha tha­a­li usa­do pe­los ta­mi­li­a­nos da cas­ta ksha­triya. O de­sign é es­co­lhi­do pe­la fa­mí­lia do noi­vo de acor­do com os cos­tu­mes pre­va­le­cen­tes. Gu­ja­ra­tis e marwa­ris fre­quen­te­men­te usam um pin­gen­te de di­a­man­te nu­ma cor­ren­te de ou­ro que é me­ra­men­te or­na­men­tal na na­tu­re­za e não é um subs­ti­tu­to pa­ra o man­ga­la su­tra no sen­ti­do tra­di­ci­o­nal. Maha­rash­tri­ans usam um pin­gen­te de dois or­na­men­tos va­ti . O man­galya, tha­a­li ou man­ga­la su­tra de kan­ni­da­ga­sé se­me­lhan­te ao dos maha­rash­tri­ans, mas ge­ral­men­te tem dois va­tis. Ho­je em dia, mui­tas fa­mí­li­as cons­ci­en­tes da mo­da op­tam por ver­sões mais le­ves, com um úni­co va­ti ou es­ti­lo mais con­tem­po­râ­neo.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.