Igre­ja No­va Apos­tó­li­ca é con­tra prá­ti­ca do abor­to

Jornal de Angola - - SOCIEDADE -

O lí­der mun­di­al da Igre­ja No­va Apos­tó­li­ca, Je­an-Luc Sch­nei­der, pe­diu on­tem, em Ben­gue­la, aos se­gui­do­res a não apro­va­ção do abor­to, ape­sar de res­pei­tar as op­ções das de­mais pes­so­as so­bre a ma­té­ria.

O após­to­lo dis­se à An­gop que a igre­ja não de­ve apro­var o abor­to, pois usa a pa­la­vra de Deus (Bí­blia e Ca­te­cis­mo) pa­ra mos­trar aos seus se­gui­do­res o quão é er­ra­da es­sa prá­ti­ca, não obs­tan­te as op­ções de ca­da ser humano. “O que a igre­ja faz é acon­se­lhar e edu­car as ir­mãs e ir­mãos a não pra­ti­ca­rem o abor­to”, ad­vo­gan­do que não de­vem di­zer aos po­lí­ti­cos que con­de­nem ou apro­vem o abor­to, por­que es­sa é res­pon­sa­bi­li­da­de dos po­lí­ti­cos e não da igre­ja”.

Quan­do ques­ti­o­na­do so­bre o pon­to de vis­ta da sua igre­ja so­bre o novo Có­di­go Pe­nal que vai à apro­va­ção na As­sem­bleia Na­ci­o­nal, que in­cor­po­ra a ques­tão do abor­to, dis­se que “se­ja qual for a de­ci­são da mu­lher, nós con­ti­nu­a­mos a amar tal co­mo o amor foi pro­cla­ma­do por Cris­to, se­gun­do o qual “amai­vos uns aos ou­tros”, es­ta é a po­si­ção da igre­ja.

Em re­la­ção à ju­ven­tu­de que, às ve­zes, dei­xa-se per­der no mun­do das dro­gas e do al­co­o­lis­mo, o após­to­lo mai­or Je­an-Luc Sch­nei­der fri­sou que “Je­sus en­si­nou a orar e an­dar se­gun­do os en­si­na­men­tos de Deus e nun­ca às dro­gas ou ao ál­co­ol que pre­ju­di­cam a saú­de hu­ma­na e fa­mi­li­ar”.

Nu­ma ou­tra ver­ten­te, en­co­ra­jou os fiéis a vi­ve­rem se­gun­do o evan­ge­lho, se­ja em que si­tu­a­ção se en­con­tra­rem. No cul­to do­mi­ni­cal que ori­en­tou on­tem,o lí­der da Igre­ja No­va Apos­tó­li­ca no Mun­do des­ta­cou a “im­por­tân­cia da pa­la­vra”, que, pa­ra si, de­ve en­tu­si­as­mar os fiéis, além de ha­bi­tar abun­dan­te­men­te nes­tes.

“Não só es­sa pa­la­vra (en­si­na­men­tos de Je­sus Cris­to des­cri­tos na Bí­blia Sa­gra­da) de­ve ha­bi­tar nos nos­sos co­ra­ções, mas tam­bém na nos­sa co­mu­nhão, de­ter­mi­nan­do a uni­da­de en­tre to­dos”, dis­se.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.