Hu­awei des­pe­de fun­ci­o­ná­rio chi­nês de­ti­do por es­pi­o­na­gem

Jornal de Angola - - DESPORTO -

O gi­gan­te chi­nês de te­le­co­mu­ni­ca­ções Hu­awei des­pe­diu o fun­ci­o­ná­rio chi­nês, de­ti­do na Po­ló­nia, por sus­pei­ta de es­pi­o­na­gem.

Num co­mu­ni­ca­do ci­ta­do pe­lo jor­nal chi­nês “Glo­bal Ti­mes”, o gru­po ex­pli­cou que “de­ci­diu res­cin­dir ime­di­a­ta­men­te o con­tra­to com Wang Wei­jing, por­que o in­ci­den­te te­ve efei­tos ne­fas­tos so­bre a re­pu­ta­ção mun­di­al da Hu­awei”.

“A Hu­awei sem­pre res­pei­tou as leis e re­gu­la­men­tos em vi­gor no país on­de es­tá lo­ca­li­za­da e exi­ge que to­dos os fun­ci­o­ná­ri­os cum­pram as leis e re­gu­la­men­tos”, afir­mou o gru­po chi­nês, no co­mu­ni­ca­do. Acres­cen­tou que Wang Wei­jing foi pre­so por “mo­ti­vos pes­so­ais”.

Se­gun­do in­for­ma­ções pres­ta­das pe­las au­to­ri­da­des po­la­cas, um em­pre­sá­rio chi­nês e ou­tro po­la­co, am­bos fun­ci­o­ná­ri­os de “uma gran­de em­pre­sa de elec­tró­ni­ca”, fo­ram de­ti­dos, na ter­ça-fei­ra, sob acu­sa­ção de es­pi­o­na­gem a fa­vor do Go­ver­no chi­nês, po­den­do en­fren­tar uma pena até dez anos de pri­são.

Os me­dia po­la­cos e chi­ne­ses apon­ta­ram os dois em­pre­sá­ri­os co­mo sen­do fun­ci­o­ná­ri­os da Hu­awei. Fon­te do Mi­nis­té­rio das Re­la­ções Ex­te­ri­o­res da Chi­na su­bli­nhou “a gran­de pre­o­cu­pa­ção” com es­te ca­so. Re­fe­riu que já pe­diu ao Go­ver­no po­la­co um tra­ta­men­to jus­to, de acor­do com a lei, e a pro­tec­ção efec­ti­va.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.