Quem é Glenn Gre­enwald?

Jornal de Angola - - MUNDO -

Ven­ce­dor de vá­ri­os pré­mi­os, en­tre eles o Pullitzer, por re­por­ta­gens so­bre o va­za­men­to da NSA (Agên­cia de Se­gu­ran­ça Na­ci­o­nal dos Es­ta­dos Uni­dos) por par­te de Edward Snow­den, o jor­na­lis­ta nor­te-ame­ri­ca­no Gle­en Gre­enwald é um dos pivôs da­que­le que es­tá a ser cha­ma­do de “Va­za Ja­to”, por uns, ou “Bra­silGa­te”, por ou­tros. Edi­tor fun­da­dor do “The In­ter­cept Bra­sil”, ele con­si­de­ra que o ma­te­ri­al que che­gou ao sí­tio de In­ter­net é “um dos mai­o­res da his­tó­ria do jor­na­lis­mo.

Gre­enwald já tra­ba­lhou no The Gu­ar­di­an e co­la­bo­rou com a re­por­ta­gem da pu­bli­ca­ção que ven­ceu o Pré­mio Pullitzer em 2014, so­bre os es­cân­da­los da Agên­cia de Se­gu­ran­ça Na­ci­o­nal dos EUA va­za­dos por Snow­den.

Es­sa foi a pri­mei­ra vi­tó­ria do tra­di­ci­o­nal Gu­ar­di­an no pré­mio que é con­si­de­ra­do um dos mais im­por­tan­tes do mun­do e pro­jec­tou Gre­enwald no ce­ná­rio in­ter­na­ci­o­nal.

Pe­la mes­ma re­por­ta­gem, Gre­enwald foi o pri­mei­ro es­tran­gei­ro a ven­cer o Pré­mio Es­so de Ex­ce­lên­cia em Re­por­ta­gens In­ves­ti­ga­ti­vas no Bra­sil. O jor­na­lis­ta há mui­to tem­po que vem de­nun­ci­an­do as ma­ze­las da Jus­ti­ça bra­si­lei­ra.

Após a di­vul­ga­ção da NSA, foi um dos fun­da­do­res do “The In­ter­cept”, que pos­sui uma edi­ção in­ter­na­ci­o­nal e uma edi­ção bra­si­lei­ra, que che­gou jun­to do jul­ga­men­to do im­pe­a­ch­ment de Dil­ma Rous­seff.

A vi­vên­cia de Gre­enwald di­vi­de-se en­tre os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca e o Bra­sil. Além de jor­na­lis­ta, é ad­vo­ga­do cons­ti­tu­ci­o­na­lis­ta e au­tor de qua­tro li­vros en­tre os mais ven­di­dos do New York Ti­mes na sec­ção de po­lí­ti­ca e di­rei­to.

Pa­ra Gle­en Gre­enwald, o “Va­za Ja­to” aba­la as es­tru­tu­ras do po­der ju­di­ciá­rio bra­si­lei­ro. “O ar­qui­vo for­ne­ci­do pe­la nos­sa fon­te so­bre o Bra­sil é um dos mai­o­res da his­tó­ria do jor­na­lis­mo. Ele con­tém se­gre­dos ex­plo­si­vos em chats, áu­di­os, ví­de­os, fo­tos e do­cu­men­tos so­bre Del­tan Dal­lag­nol e Sér­gio Mo­ro e mui­tas fac­ções po­de­ro­sas. As nos­sas re­por­ta­gens aca­ba­ram de co­me­çar”, pu­bli­cou no seu Twitter.

DR

Gre­enwald diz que “as re­por­ta­gens aca­bam de co­me­çar”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.