De­pu­ta­dos in­ter­rom­pem uma ses­são do Par­la­men­to

Jornal de Angola - - ÁFRICA -

Os de­pu­ta­dos da Gui­né-Bis­sau in­ter­rom­pe­ram na ter­ça-fei­ra uma ses­são par­la­men­tar pa­ra pro­tes­tar con­tra o ac­tu­al im­pas­se na com­po­si­ção da me­sa que de­ve­ria con­du­zir os tra­ba­lhos e pa­ra exi­gir uma rá­pi­da so­lu­ção pa­ra pôr fim à cri­se po­lí­ti­ca que afec­ta e qua­se pa­ra­li­sa o país

A ses­são da As­sem­bleia Na­ci­o­nal Po­pu­lar da Gui­néBis­sau foi ter­ça-fei­ra à tar­de, tem­po­ra­ri­a­men­te, sus­pen­sa e mais tar­de rei­ni­ci­a­da de­pois de al­guns de­pu­ta­dos te­rem in­va­di­do a me­sa.

De acor­do com a Lu­sa, a ses­são foi re­to­ma­da ao fim de cer­ca de 40 mi­nu­tos, de­pois de o pre­si­den­te da As­sem­bleia Na­ci­o­nal Po­pu­lar da Gui­néBis­sau, Ci­pri­a­no Cas­sa­má, ter sus­pen­di­do o ple­ná­rio do Par­la­men­to.

Mo­men­tos de­pois do iní­cio da ses­são, os de­pu­ta­dos do Par­ti­do de Re­no­va­ção So­ci­al e do Mo­vi­men­to pa­ra a Al­ter­nân­cia De­mo­crá­ti­ca (Ma­demG15) in­va­di­ram a me­sa do Par­la­men­to, le­van­do Ci­pri­a­no Cas­sa­má a sus­pen­der a ses­são, quan­do se de­ba­tia a al­te­ra­ção dos pon­tos de dis­cus­são na or­dem do dia.

O Par­la­men­to da Gui­néBis­sau ini­ci­ou ter­ça-fei­ra a sua se­gun­da ses­são or­di­ná­ria da X le­gis­la­tu­ra, que vai de­cor­rer até 22 de Ju­lho.

En­tre os vá­ri­os pon­tos em de­ba­te, cons­tam a elei­ção do se­gun­do vi­ce-pre­si­den­te da me­sa da As­sem­bleia Na­ci­o­nal Po­pu­lar.

Três me­ses de­pois das elei­ções le­gis­la­ti­vas, a 10 de Mar­ço, o no­vo Pri­mei­ro-Mi­nis­tro da Gui­né-Bis­sau ain­da não foi in­di­gi­ta­do pe­lo Pre­si­den­te gui­ne­en­se e o Go­ver­no tam­bém não to­mou pos­se de­vi­do a um no­vo im­pas­se po­lí­ti­co, que te­ve iní­cio com a elei­ção dos mem­bros da As­sem­bleia Na­ci­o­nal Po­pu­lar.

O Pre­si­den­te gui­ne­en­se, Jo­sé Má­rio Vaz, ale­ga que só vai dar pos­se ao Pri­mei­roMi­nis­tro e ao Go­ver­no de­pois de ul­tra­pas­sa­da a si­tu­a­ção na com­po­si­ção da me­sa do Par­la­men­to. Con­tra­tos sus­pen­sos A no­va cen­tral fo­to­vol­tai­ca da Gui­né-Bis­sau que de­ve­ria co­me­çar a ser construída em Ju­lho, lo­go que se­ja as­si­na­do o con­tra­to com a em­pre­sa ven­ce­do­ra da em­prei­ta­da, po­de ter a inau­gu­ra­ção adi­a­da de­vi­do ao fac­to de o ac­tu­al Go­ver­no não ter com­pe­tên­cia le­gal pa­ra dar an­da­men­to ao pro­ces­so por es­tar num me­ro exer­cí­cio de ges­tão dos as­sun­tos cor­ren­tes.

O con­cur­so pa­ra aque­la cen­tral, com uma po­tên­cia de 20 me­gawatts (MW), foi lan­ça­do em Maio, de­cor­ren­do a ava­li­a­ção das 17 pro­pos­tas con­cor­ren­tes, de­ven­do em bre­ve ser ela­bo­ra­do o re­la­tó­rio pre­li­mi­nar que in­di­ca­rá o ven­ce­dor, adi­an­tou à Lu­sa, em Lis­boa, o se­cre­tá­rio de Es­ta­do da Ener­gia da Gui­néBis­sau, João Sa­ad, à mar­gem da aber­tu­ra do XXI Fó­rum de Ener­gia de Áfri­ca (AEF 2019).

A cen­tral “po­de co­me­çar a ser construída lo­go após a as­si­na­tu­ra do con­tra­to com a em­pre­sa ven­ce­do­ra”, apon­tou João Sa­ad, ad­mi­tin­do que is­so pos­sa acon­te­cer em Ju­lho, já que o acor­do te­rá de ser as­si­na­do pe­lo no­vo Go­ver­no, que ain­da não to­mou pos­se.

Três me­ses de­pois das elei­ções le­gis­la­ti­vas, a 10 de Mar­ço, o no­vo Pri­mei­ro-Mi­nis­tro da Gui­né-Bis­sau ain­da não foi in­di­gi­ta­do pe­lo Pre­si­den­te gui­ne­en­se e o no­vo Go­ver­no tam­bém não to­mou pos­se de­vi­do a um no­vo im­pas­se po­lí­ti­co, que te­ve iní­cio com a elei­ção dos mem­bros da As­sem­bleia Na­ci­o­nal Po­pu­lar.

Ques­ti­o­na­do pe­la Lu­sa so­bre os efei­tos des­te im­pas­se na ac­ti­vi­da­de eco­nó­mi­ca, João Sa­ad adi­an­tou que es­tá a afec­tar “em lar­ga me­di­da” e es­pe­rou que se re­sol­va em bre­ve pa­ra se con­se­guir “res­ga­tar o tem­po per­di­do” e con­se­guir “dar um sal­to de tram­po­lim” em ter­mos eco­nó­mi­cos.

A cen­tral fo­to­vol­tai­ca que vai ser construída em Gar­de­te, a 15 qui­ló­me­tros da ca­pi­tal Bis­sau, tem um pra­zo de cons­tru­ção de 18 me­ses, adi­an­tou o go­ver­nan­te gui­ne­en­se.

Es­ta é uma das três cen­trais apoi­a­das pe­lo Ban­co de De­sen­vol­vi­men­to da Áfri­ca Oci­den­tal (BOAD) que apro­vou um fi­nan­ci­a­men­to de cer­ca de 40 mi­lhões de dó­la­res na Gui­néBis­sau pa­ra a cons­tru­ção da cen­tral fo­to­vol­tai­ca de Bis­sau e du­as mi­ni cen­trais de 1 mw em Can­chun­go e Ga­bu.

As ques­tões re­gu­la­tó­ri­as e de en­qua­dra­men­to am­bi­en­tal são ou­tros dos pro­ble­mas que o Go­ver­no gui­ne­en­se quer re­sol­ver, acres­cen­tou.

O Par­la­men­to da Gui­né-Bis­sau ini­ci­ou ter­ça-fei­ra a sua se­gun­da ses­são or­di­ná­ria da X le­gis­la­tu­ra, que vai de­cor­rer até 22 de Ju­lho. Dos pon­tos em de­ba­te cons­ta a elei­ção do seu se­gun­do vi­ce-lí­der

DR

Im­pas­se no Par­la­men­to atra­sa no­me­a­ção do Pri­mei­ro-Mi­nis­tro, se­gun­do o Che­fe de Es­ta­do

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.