Pau­lo Jor­ge ven­ce com “Oma­lan­ga”

Jornal de Angola - - CULTURA - An­tó­nio Gon­çal­ves | Benguela

O jo­vem Pau­lo Jor­ge, com o te­ma “Oma­lan­ga”, é o gran­de ven­ce­dor da 4ª tem­po­ra­da do con­cur­so “Caça Ta­len­tos, Benguela - Gen­tes e Mú­si­ca”, or­ga­ni­za­do pe­la Emis­so­ra pro­vin­ci­al de Benguela da Rá­dio Na­ci­o­nal de An­go­la (RNA).

O jú­ri do con­cur­so, pre­si­di­do pe­lo jor­na­lis­ta e pro­du­tor mu­si­cal Jo­sé Pe­dro Ben­je, clas­si­fi­cou os jo­vens De­o­lin­da Yun­ga e Al­ber­ti­na Ji­mi, in­tér­pre­tes dos te­mas “Ot­chi­to­la” e “Ekam­ba Li­e­to”, na se­gun­da e ter­cei­ra po­si­ções, en­quan­to So­fia Afon­so, que in­ter­pre­tou o te­ma “Te­ve Yan­go­lo”, foi elei­ta Can­to­ra Re­ve­la­ção.

O es­pec­tá­cu­lo re­a­li­za­do no Jar­dim de­fron­te às ins­ta­la­ções da Ad­mi­nis­tra­ção Mu­ni­ci­pal de Benguela con­tou com a par­ti­ci­pa­ção de dez con­cor­ren­tes, que na mai­o­ria in­ter­pre­ta­ram mú­si­cas em lín­guas na­ci­o­nais, o que me­re­ceu uma aten­ção es­pe­ci­al da par­te do jú­ri, que ava­li­ou a in­ter­pre­ta­ção, voz, le­tra e har­mo­nia.

Rui Car­los, um mú­si­co lo­bi­tan­ga co­nhe­ci­do por in­ter­pre­tar clás­si­cos in­ter­na­ci­o­nais, te­ve a hon­ra de abrir o es­pec­tá­cu­lo, que te­ve iní­cio uma ho­ra e meia mais tar­de do que o pre­vis­to (20h00). Rui Car­los, por si­nal pai da can­to­ra Bru­na Ta­ti­a­na, re­ce­beu for­tes aplau­sos do pú­bli­co ao in­ter­pre­tar a can­ção “Won­der­full World”, da au­to­ria do can­tor nor­te-ame­ri­ca­no Louis Arms­trong.

Sa­bi­no Hen­da foi o pri­mei­ro con­vi­da­do a pi­sar o pal­co des­ta edi­ção do con­cur­so. Sem­pre a seu jei­to, o mú­si­co co­lo­cou o pú­bli­co de pé ao can­tar “Om­be­la Ko­lu­van­go Yohia” e “Tchiun­gue”, mas o al­vo­ro­ço sur­giu quan­do in­ter­pre­tou “Em­brião” e “An­si­e­da­de”, o úl­ti­mo te­ma te­ve di­rei­to a bis a pe­di­do do pú­bli­co.

O se­gun­do con­vi­da­do a su­bir ao pal­co foi Ha­li­son Pai­xão, que in­ter­pre­tou em pri­mei­ra mão o mais no­vo te­ma “Mi­nha Ma­ria”, pa­ra de­pois le­van­tar o pú­bli­co com “Um Dia Aca­ba”, “Man­do Sal­do”, “Sem­pre vou te Amar”, ape­sar de o de­lí­rio ter si­do cau­sa­do por “Al­ma Gé­mea”, num du­e­to com Fi­lho do Zua.

O es­pec­tá­cu­lo en­cer­rou com a ac­tu­a­ção do mú­si­co gui­ne­en­se Mi­kas Ca­bral, a re­si­dir em Por­tu­gal, que in­ter­pre­tou al­guns dos seus su­ces­sos, com re­al­ce pa­ra “Is­so é Bom”, “Quer Ca­sar Co­mi­go”, “É por Vo­cê que eu Can­to” e “Hey”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.