RE­ES­TRU­TU­RA­ÇÃO

Ad­mi­nis­tra­ção pre­pa­ra pri­va­ti­za­ção da em­pre­sa An­go­la Te­le­com

Jornal de Angola - - PRIMEIRA PÁGINA -

A An­go­la Te­le­com pas­sa a ser li­de­ra­da por Adil­son dos San­tos, no­me­a­do on­tem pre­si­den­te de um Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção com o man­da­to ex­pres­so de ca­pi­ta­li­zar a em­pre­sa de te­le­co­mu­ni­ca­ções e con­du­zí-la à pri­va­ti­za­ção.

No­me­a­do por De­cre­to Pre­si­den­ci­al, o Con­se­lho é in­te­gra­do pe­los ad­mi­nis­tra­do­res Mi­guel Ca­ze­vo, An­tó­nio Ser­cal, Mandela Nsi­to Bar­ros e Ino­cên­cia Na­tá­lia dos San­tos. O do­cu­men­to de­cla­ra que a no­me­a­ção do no­vo Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção pa­ra a An­go­la-Te­le­com é “re­sul­ta­do da con­clu­são do pro­ces­so de re­es­tru­tu­ra­ção des­ta, com a fi­na­li­da­de de vi­a­bi­li­zar a sua ca­pi­ta­li­za­ção e de do­tá-la de con­di­ções de atrac­ti­vi­da­de ten­do em vis­ta a sua pos­te­ri­or pri­va­ti­za­ção”.

Em Ja­nei­ro, Adil­son dos San­tos subs­ti­tuiu Edu­ar­do Do­min­gos Se­bas­tião no pos­to de co­or­de­na­dor da Co­mis­são de Ges­tão que des­de 2016 ad­mi­nis­tra­va a com­pa­nhia, sen­do um an­ti­go qu­a­dro da em­pre­sa, on­de já de­sem­pe­nhou as fun­ções de che­fe de STIAS, ad­mi­nis­tra­dor de sis­te­mas de 2003 a 2007 e, des­de 2017, de­sem­pe­nha­va a fun­ção de mem­bro da co­mis­são que do­ra­van­te pas­sa a li­de­rar.

A com­pa­nhia, com ac­ti­vos ava­li­a­dos em 45 mi­lhões de dó­la­res, foi a pri­mei­ra grande em­pre­sa pú­bli­ca a fi­gu­rar nos pla­nos de pri­va­ti­za­ção do Go­ver­no, que de­ci­diu pas­sar 45 por cen­to do ca­pi­tal da An­go­la Te­le­com pa­ra o ca­pi­tal pri­va­do. An­go­la con­ta com três ope­ra­do­ras de te­le­co­mu­ni­ca­ções. A Uni­tel li­de­ra o mer­ca­do, com cer­ca de 80 por cen­to de quo­ta, à fren­te da Mo­vi­cel, que tem um pe­so de cer­ca de 20 e a An­go­la Te­le­com, pro­ve­do­ra da re­de fi­xa, com uma po­si­ção re­si­du­al.

DR

Em­pre­sa era ad­mi­nis­tra­da por co­mis­são de ges­tão des­de 2016

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.