Ocu­pa­ção de ter­re­nos

Jornal de Angola - - OPINIÃO -

A ocu­pa­ção ile­gal de ter­re­nos con­ti­nua co­mo um can­cro so­ci­al que pre­ci­sa de ser re­sol­vi­da pe­las ins­ti­tui­ções do Es­ta­do, pe­las ad­mi­nis­tra­ções e fa­mí­li­as. Es­cre­vo pa­ra ex­pri­mir a mi­nha opi­nião re­la­ti­va­men­te ao que pen­so so­bre a ocu­pa­ção ile­gal de ter­re­nos. Acho que as leis que pu­nem es­sa prá­ti­ca can­ce­rí­ge­na de­vi­am merecer ou­tros con­tor­nos que en­vol­ves­sem me­di­das pu­ni­ti­vas que de­sa­con­se­lhas­sem com­ple­ta­men­te. Na ver­da­de, as pes­so­as in­sis­tem nes­te ti­po de pro­ce­di­men­to, le­van­do mes­mo a trans­for­mar-se nu­ma es­pé­cie de ga­nha-pão de mui­tos que fi­ze­ram da ocu­pa­ção uma for­ma de ser e es­tar na so­ci­e­da­de. Qu­an­tos ca­sos de ocu­pa­ção não fo­ram in­cen­ti­va­dos pro­po­si­ta­da­men­te pa­ra de­pois re­cla­ma­rem jun­to das ins­ti­tui­ções do Es­ta­do ? Es­tá na ho­ra de me­di­das mais pu­ni­ti­vas que ve­nham a de­sen­co­ra­jar de­fi­ni­ti­va­men­te.

LAURINDA BAL­TA­ZAR Malanje

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.