CITAÇÕES

Jornal de Angola - - OPINIÃO -

“Ca­da um de vós é res­pon­sá­vel por um de­sem­pe­nho de ex­ce­lên­cia, sem má­cu­la, do pon­to de vis­ta e da de­on­to­lo­gia pro­fis­si­o­nal, mas só o tra­ba­lho em equi­pa ge­ra ver­da­dei­ros re­sul­ta­dos”

Ve­ra Da­ves

Mi­nis­tra das Fi­nan­ças, na cerimónia de to­ma­da de pos­se de ges­to­res de em­pre­sas e ins­ti­tu­tos pú­bli­cos “A prin­ci­pal cor­rec­ção a fa­zer-se é fun­da­men­tal­men­te nos mo­de­los e prá­ti­cas de ges­tão. Pro­va­vel­men­te is­so pas­sa­rá pe­la me­lhor se­lec­ção e re­qua­li­fi­ca­ção dos ges­to­res pú­bli­cos”

Pa­trí­cio Vi­lar

Pre­si­den­te do Con­se­lho de Ad­mi­nis­tra­ção do IGAPE (Ins­ti­tu­to de Ges­tão de Ac­ti­vos e Par­ti­ci­pa­ções do Es­ta­do) “O ex­clu­si­vo do juiz é apli­ca­ção da pri­são. A de­ten­ção, em to­do o la­do, fá-lo o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co. Por que em An­go­la o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co não po­de man­dar de­ter, es­pe­ci­al­men­te num qua­dro em que não te­mos um juiz de ins­tru­ção, mas sim de ga­ran­ti­as?”

Mo­ta Liz

Vi­ce-pro­cu­ra­dor-ge­ral da Re­pú­bli­ca “Va­mos con­ti­nu­ar a pro­mo­ver a di­vul­ga­ção das leis re­la­ti­vas aos cri­mes eco­nó­mi­cos e fi­nan­cei­ros, com ou­tros parceiros , co­mo o Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças, a Ins­pec­ção Ge­ral do Es­ta­do e o Tri­bu­nal de Con­tas, com o ob­jec­ti­vo de for­ne­cer aos ges­to­res as fer­ra­men­tas ne­ces­sá­ri­as pa­ra que se­jam efi­ca­zes nas su­as ac­ções”

Madalena Fa­ria

Pro­cu­ra­do­ra -ge­ral ad­jun­ta da Re­pú­bli­ca no Uí­ge “Ho­je, ten­do em con­ta in­dí­ci­os de al­gu­ma in­se­gu­ran­ça lo­ca­li­za­da, as For­ças Ar­ma­das e a Po­lí­cia Na­ci­o­nal de­vem re­for­çar ca­pa­ci­da­des de res­pos­ta a es­ta si­tu­a­ção, no qua­dro do com­ba­te à de­linquên­cia ur­ba­na, o cri­me or­ga­ni­za­do, os trá­fi­cos de dro­gas e de pes­so­as”

Jor­ge Car­los Fon­se­ca

Pre­si­den­te de Ca­bo Ver­de

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.