Jus­ti­ça

Jornal de Angola - - DESPORTO -

Or­dem pa­ra pren­der

O ape­lo não é no­vo, mas a re­pe­ti­ção faz sem­pre to­do o sen­ti­do. O Vi­ce-Pro­cu­ra­dor-Ge­ral da Re­pú­bli­ca, Mo­ta Liz, ao lem­brar, na As­sem­bleia Na­ci­o­nal, du­ran­te a dis­cus­são da Pro­pos­ta de Lei do Có­di­go Pe­nal, que uma or­dem de de­ten­ção só de­ve ser ar­bi­tra­da pe­lo Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, apon­ta pa­ra a má­xi­ma ju­rí­di­ca, se­gun­do a qual “a pes­soa só po­de ser pri­va­da da li­ber­da­de de­pois de uma in­ves­ti­ga­ção de que re­sul­ta a ideia de que o cri­me es­tá a acon­te­cer ou já foi co­me­ti­do”. Sen­do cer­to que, al­gu­mas ve­zes há abu­sos de au­to­ri­da­de ou ar­bi­tra­ri­e­da­des, es­te aler­ta é mais uma con­tri­bui­ção à ad­mi­nis­tra­ção da boa Jus­ti­ça.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.