Jornal de Angola

Lun­da-Nor­te en­tra no ma­pa de pro­vín­ci­as com con­ta­mi­na­ção lo­cal

- Armando Sa­pa­lo | Dun­do

A Lun­da-Nor­te en­trou na lis­ta de pro­vín­ci­as com o re­gis­to de in­fec­ções por con­ta­mi­na­ção lo­cal da Co­vid19, com o sur­gi­men­to de cin­co no­vos ca­sos po­si­ti­vos, na se­gun­da-fei­ra, no Dun­do.

A in­for­ma­ção foi pres­ta­da, on­tem, no Dun­do, pe­la por­ta­voz da Co­mis­são Pro­vin­ci­al de Pre­ven­ção e Com­ba­te à Pan­de­mia da Covid-19.

Em con­fe­rên­cia de im­pren­sa, Filomena Si­mão ex­pli­cou que os cin­co no­vos ca­sos fo­ram no­ti­fi­ca­dos de­pois de um gru­po de 100 fun­ci­o­ná­ri­os de uma ins­ti­tui­ção do Es­ta­do te­rem si­do tes­ta­dos a pe­di­do da en­ti­da­de pa­tro­nal.

Acres­cen­tou que das 100 pes­so­as tes­ta­das, cu­ja ins­ti­tui­ção não foi re­ve­la­da, cin­co fo­ram IGG re­ac­ti­vo e 19 ou­tros por RT-PCR, de que re­sul­ta­ram cin­co po­si­ti­vos.

De acordo com a por­ta­voz, os pa­ci­en­tes que acu­sa­ram po­si­ti­vo fo­ram co­lo­ca­dos em qua­ren­te­na do­mi­ci­li­ar, on­de irão re­ce­ber o tra­ta­men­to mé­di­co, já que as re­si­dên­ci­as têm con­di­ções pa­ra o efei­to.

Filomena Si­mão lem­brou que o De­cre­to Pre­si­den­ci­al so­bre a ac­tu­a­li­za­ção da Si­tu­a­ção de Ca­la­mi­da­de Pú­bli­ca pre­vê que os pa­ci­en­tes com Covid, cu­jas re­si­dên­ci­as te­nham con­di­ções ade­qua­das, po­dem cum­prir a qua­ren­te­na do­mi­ci­li­ar.

Su­bli­nhou que to­dos os even­tu­ais con­tac­tos se­rão ras­tre­a­dos.

As es­ta­tís­ti­cas in­di­cam que a pro­vín­cia da Lun­da-Nor­te tem, até ao mo­men­to, o re­gis­to de oi­to ca­sos activos e um re­cu­pe­ra­do. Es­te úl­ti­mo foi no­ti­fi­ca­do em Ju­lho, no mu­ni­cí­pio do Cu­an­go.

Dos oi­to ca­sos activos, três es­tão in­ter­na­dos no Hos­pi­tal de Cam­pa­nha, nas ime­di­a­ções da Cen­tra­li­da­de do Mus­sun­gue, e cin­co es­tão iso­la­dos nas su­as re­si­dên­ci­as.

De acordo com a por­ta­voz, que apelou ao re­for­ço das medidas de pre­ven­ção, seis dos oi­to ca­sos re­gis­ta­dos na Lun­da-Nor­te são de trans­mis­são lo­cal.

Filomena Si­mão fri­sou que to­dos os pa­ci­en­tes que acu­sa­ram po­si­ti­vo são as­sin­to­má­ti­cos, su­bli­nhan­do que os três que se en­con­tram in­ter­na­dos no Hos­pi­tal de Cam­pa­nha es­tão a evo­luir sa­tis­fa­to­ri­a­men­te, aguar­dan­do pe­la re­a­li­za­ção de no­vos tes­tes.

Pre­sen­te­men­te, a Lun­daNor­te tem 350 pes­so­as em qua­ren­te­na, sen­do se­te em re­gi­me ins­ti­tu­ci­o­nal, 335 do­mi­ci­li­ar e oi­to em iso­la­men­to (activos).

A por­ta-voz da co­mis­são anun­ci­ou que a pro­vín­cia da Lun­da-Nor­te re­ce­beu mil tes­tes rá­pi­dos, cu­jos re­sul­ta­dos são co­nhe­ci­dos em quin­ze mi­nu­tos.

A Co­mis­são Mul­tis­sec­to­ri­al co­me­çou a tes­tar os mo­ra­do­res de dois edi­fí­ci­os de qua­tro e oi­to an­da­res, na Cen­tra­li­da­de do Mus­sun­gue, que es­tão sob cor­dão sa­ni­tá­rio des­de sex­ta-fei­ra, de­pois do re­gis­to de dois ca­sos po­si­ti­vos.

Se­gun­do a por­ta-voz da Co­mis­são, Filomena Si­mão, 275 re­si­den­tes nos re­fe­ri­dos edi­fí­ci­os se­rão sub­me­ti­dos a tes­tes de za­ra­ga­toa.

 ??  ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola