Jornal de Angola

An­ti­go se­nhor da guer­ra con­de­na­do a pri­são per­pé­tua

Um tri­bu­nal da pro­vín­cia do Ki­vu do Nor­te con­de­nou a pri­são per­pé­tua um se­nhor da guer­ra, dan­do co­mo pro­va­dos di­ver­sos ti­pos de cri­mes de guer­ra e por violação em mas­sa de ci­da­dãos ci­vis

- Military · Crime · Human Rights · Warfare and Conflicts · Politics · Society · Democratic Republic of Congo · Republic of Congo · United Nations · Lagos · Goma

O an­ti­go se­nhor da guer­ra, Nta­bo Nta­be­ri, co­nhe­ci­do por 'She­ka', foi con­de­na­do, se­gun­da-fei­ra, pe­la Justiça da Re­pú­bli­ca De­mo­crá­ti­ca do Con­go (RDC) a pri­são per­pé­tua por cri­mes de guer­ra e violação em mas­sa de ci­vis, em 2010, decisão sau­da­da, de ime­di­a­to, pe­la ONU e por ou­tras or­ga­ni­za­ções in­ter­na­ci­o­nais.

Se­gun­do a AFP, ci­tan­do um por­ta-voz do Tri­bu­nal Mi­li­tar, que o jul­gou na ci­da­de de Go­ma, fi­ca­ram pro­va­dos, en­tre ou­tros, os cri­mes de “ho­mi­cí­dio, violação, es­cra­vi­dão se­xu­al e re­cru­ta­men­to de cri­an­ças me­no­res de 15 anos”.

“A im­pu­ni­da­de não é uma fa­ta­li­da­de”, sau­dou, por sua vez, a re­pre­sen­tan­te da Or­ga­ni­za­ção das Na­ções Uni­das (ONU) na RDC, Lei­la Zer­rou­gui.

'She­ka' é o an­ti­go se­nhor da guer­ra do gru­po ar­ma­do

Ndu­ma De­fen­se do Con­go (NDC), ac­ti­vo na pro­vín­cia do Ki­vu do Nor­te, on­de na al­tu­ra afir­mou es­tar a lu­tar con­tra os re­bel­des hu­tus rwan­de­ses das For­ças De­mo­crá­ti­cas pa­ra a Li­ber­ta­ção do Rwan­da (FDLR).

“En­tre 30 de Ju­lho e 2 de Agos­to de 2010, os ata­ques a 13 al­dei­as ma­ta­ram 287 pes­so­as, en­quan­to 380 mu­lhe­res, ho­mens e cri­an­ças fo­ram vi­o­la­dos. O NDC tam­bém re­cru­tou, pe­lo me­nos, 154 cri­an­ças pa­ra as su­as fi­lei­ras”, de acordo com a de­cla­ra­ção da ONU que con­du­ziu a uma in­ves­ti­ga­ção.

'She­ka' ren­deu-se aos soldados de ma­nu­ten­ção da paz da Mis­são das Na­ções Uni­das no Con­go (Mo­nus­co), em Ju­lho de 2017. O julgamento te­ve iní­cio em No­vem­bro de 2018 no Tri­bu­nal Mi­li­tar do Ki­vu do Nor­te. O pro­cu­ra­dor ti­nha pe­di­do a sen­ten­ça de pri­são per­pé­tua con­tra 'She­ka' e três co-acu­sa­dos, em Agos­to.

Dos três co-acu­sa­dos, um foi tam­bém con­de­na­do a pri­são per­pé­tua, ou­tro a 15 anos de pri­são, e o úl­ti­mo foi ab­sol­vi­do, de acordo com a sen­ten­ça pro­fe­ri­da pe­lo Tri­bu­nal Mi­li­tar Ope­ra­ci­o­nal do Ki­vu Nor­te.

“Es­ta­mos sa­tis­fei­tos com es­te ve­re­dic­to, é um si­nal for­te pa­ra os ou­tros se­nho­res da guer­ra. As ví­ti­mas fi­ca­rão um pou­co ali­vi­a­das”, dis­se Kahin­do Fa­tu­ma, por­ta­voz do co­lec­ti­vo das ví­ti­mas, à agência de no­tí­ci­as fran­ce­sa, AFP.

“As au­to­ri­da­des pro­va­ram que são ca­pa­zes de lidar com um ca­so in­cri­vel­men­te com­ple­xo, tan­to do pon­to de vis­ta le­gal co­mo de se­gu­ran­ça”, afir­mou Da­ni­e­le Pe­ris­si, che­fe do pro­gra­ma dos Gran­des La­gos da or­ga­ni­za­ção não-go­ver­na­men­tal TRIAL In­ter­na­ti­o­nal.

 ?? DR ?? Nta­bo Nta­be­ri “She­ka” foi con­de­na­do por violação em mas­sa de ci­vis no Ki­vu do Nor­te
DR Nta­bo Nta­be­ri “She­ka” foi con­de­na­do por violação em mas­sa de ci­vis no Ki­vu do Nor­te

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola