In­clu­são é a me­ta da CPLP

Jornal de Economia & Financas - - Primeira Página - Ma­nu­el Bar­ros

Os sis­te­mas de pa­ga­men­tos de­vem ofe­re­cer uma pla­ta­for­ma que per­mi­ta a in­clu­são fi­nan­cei­ra, da­do o ní­vel de de­sen­vol­vi­men­to eco­nó­mi­co e so­ci­al dos mem­bros.

OO vi­ce-go­ver­na­dor do Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA), Rui Mi­guês de Oli­vei­ra, afir­mou na úl­ti­ma quar­ta-fei­ra, em Lu­an­da, que os sis­te­mas de pa­ga­men­tos, no âm­bi­to das su­as fun­ções, de­vem ofe­re­cer uma pla­ta­for­ma que per­mi­ta a in­clu­são fi­nan­cei­ra, da­do o ní­vel de de­sen­vol­vi­men­to eco­nó­mi­co e so­ci­al dos paí­ses da CPLP.

O Ban­co Na­ci­o­nal de An­go­la (BNA) aco­lheu du­ran­te os di­as 28 e 29 des­ta se­ma­na, o oi­ta­vo En­con­tro dos Sis­te­mas de Pa­ga­men­tos dos Ban­cos Cen­trais dos Paí­ses de Lín­gua Por­tu­gue­sa(BCPLP).

O en­con­tro vi­sou fa­zer ana­li­se e tra­ta­men­to de as­sun­tos re­la­ci­o­na­dos com o sis­te­ma de pa­ga­men­tos. Com es­ta na pers­pec­ti­va de de­sen­vol­vi­men­to bem co­mo na ava­li­a­ção das ten­dên­ci­as da in­dus­tria fi­nan­cei­ra in­ter­na­ci­o­nal com im­pac­to no sis­te­ma de pa­ga­men­tos.

“O au­men­to das tran­sac­ções nos mer­ca­dos financeiros na­ci­o­nais e in­ter­na­ci­o­nais, a so­fis­ti­ca­ção dos pro­du­tos financeiros, a glo­ba­li­za­ção dos mer­ca­dos e a de­sin­ter­me­di­a­ção exi­gem um sis­te­ma de pa­ga­men­to efi­caz, se­gu­ro e efi­ci­en­te, de for­ma a pre­ser­var o fun­ci­o­na­men­to es­tá­vel”, dis­se.

Des­ta for­ma, o sis­te­ma fi­nan­cei­ro dá su­por­te mais ade­qua­dos às ac­ti­vi­da­des pro­du­ti­vas, co­mer­ci­ais e fi­nan­cei­ras. Pa­ra ele, os ban­cos de­vem ter uma pla­ta­for­ma que per­mi­ta a in­clu­são fi­nan­cei­ra que são crí­ti­cas nos nos­sos paí­ses da­do o nos­so ní­vel de de­sen­vol­vi­men­to eco­nó­mi­co e so­ci­al. As­sim, pa­ra que se cum­pram com os ob­jec­ti­vos de in­te­res­se pú­bli­co dos sis­te­mas de pa­ga­men­tos, fun­da­men­tal­men­te, a se­gu­ran­ça, fi­a­bi­li­da­de ope­ra­ci­o­nal, efi­ci­ên­cia e a in­clu­são é im­por­tan­te que a sua ges­tão se­ja uni­da às bo­as prá­ti­cas in­ter­na­ci­o­nais.

Afir­mou que o oi­ta­vo en­con­tro re­a­li­za-se nu­ma al­tu­ra em que a convergência en­tre a tec­no­lo­gia e os ser­vi­ços financeiros é ca­da vez mai­or. O sur­gi­men­to das tec­no­lo­gi­as fi­nan­cei­ras “fin­te­ch” e a cres­cen­te ten­dên­cia de eli­mi­na­ção dos in­ter­me­diá­ri­os financeiros le­va a pon­de­rar so­bre o mo­de­lo de ne­gó­cio ban­cá­rio num fu­tu­ro não mui­to dis­tan­te.

A CONVERGÊNCIA EN­TRE A TEC­NO­LO­GIA E OS SER­VI­ÇOS FINANCEIROS É CA­DA VEZ MAI­OR

VIGAS DA PURIFICAÇÃO | EDI­ÇÕES NO­VEM­BRO

BNA aco­lheu o en­con­tro que ser­viu pa­ra os ho­mó­lo­gos dos paí­ses de lín­gua por­tu­gue­sa ana­li­sa­rem o ce­ná­rio ac­tu­al

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.