Deuts­che Bank da Ale­ma­nha es­tá a ser sus­pei­ta de frau­de

Jornal de Economia & Financas - - Mundo -

A se­de Deuts­che Bank, um dos mai­o­res ban­cos ale­mães, em Frank­furt, bem co­mo ou­tras de­pen­dên­ci­as no país, es­tão a ser al­vo de bus­cas, es­cre­ve a Blo­om­berg, ci­tan­do um co­mu­ni­ca­do emi­ti­do pe­los pro­cu­ra­do­res ale­mães.

Em cau­sa es­tão sus­pei­tas de la­va­gem de dinheiro. Dois fun­ci­o­ná­ri­os do ban­co são con­si­de­ra­dos sus­pei­tos nes­te ca­so, ain­da de acor­do com o co­mu­ni­ca­do. Há uma equi­pa de cer­ca de 170 pes­so­as – po­lí­ci­as e mem­bros do mi­nis­té­rio pú­bli­co – que es­tão en­vol­vi­dos nes­ta ope­ra­ção.

O inqué­ri­to aos cha­ma­dos Pa­na­ma Pa­pers mos­trou que o Deuts­che Bank aju­dou cli­en­tes a cri­ar con­tas off-sho­re.

Ao que in­di­ca­ram os pro­cu­ra­do­res, ci­ta­dos pe­la agên­cia de no­tí­ci­as, o ban­co po­de ter as­sim aju­da­do os seus cli­en­tes a cri­a­rem con­tas em pa­raí­sos fis­cais. Dinheiro ob­ti­do de for­ma ile­gal po­de­rá ter si­do trans­fe­ri­do para con­tas no Deuts­che bank, que não te­rá aler­ta­do as au­to­ri­da­des para o fac­to de es­sas con­tas po­de­rem ter si­do usa­das para la­va­gem de dinheiro, dis­se­ram ain­da as au­to­ri­da­des.

O Deuts­che Ban­ké uma das mai­o­res ins­ti­tui­ções fi­nan­cei­ras do mun­do, fun­da­da em 22 de ja­nei­ro de 1870 em Ber­lim, Ale­ma­nha, para pro­mo­ver e fa­ci­li­tar as re­la­ções de co­mér­cio en­tre a Ale­ma­nha e os mer­ca­dos in­ter­na­ci­o­nais. É o mai­or ban­co ale­mão.

O seu pri­mei­ro pre­si­den­te foi Ge­org von Si­e­mens.

DR

Vis­ta par­ci­al da se­de do Deuts­che Bank, em Ber­lim, na Ale­ma­nha

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.