EUA es­ten­dem guer­ra co­mer­ci­al

Pro­du­tos tur­cos deixam de es­tar con­tem­pla­dos nas pre­fe­rên­ci­as dos ame­ri­ca­nos que usu­fruí­ram desde 1975 de tra­ta­men­to es­pe­ci­al do sis­te­ma de pri­o­ri­da­des

Jornal de Economia & Financas - - Mundo -

Tal como es­pe­ra­vam os ana­lis­tas, os Es­ta­dos Uni­dos da Amé­ri­ca (EUA) co­lo­ca­ram um fim à ta­xa al­fan­de­gá­ria ze­ro que con­tem­pla­va os pro­du­tos im­por­ta­dos da Tur­quia: o go­ver­no de Washing­ton ex­cluiu o país euro-asiá­ti­co do Sis­te­ma de Pre­fe­rên­ci­as Ge­ne­ra­li­za­das (SPG), que per­mi­tia a en­tra­da no país de pro­du­tos tur­cos com ta­ri­fas mí­ni­mas.

A de­ci­são, to­ma­da em me­a­dos de Mar­ço, en­trou ago­ra em vi­gor, ape­sar de to­dos os ape­los – on­de se in­clui a pró­pria Chi­na – para que a Ca­sa Bran­ca re­cu­as­se na sua de­ci­são. Mas na­da foi con­se­gui­do: o exe­cu­ti­vo dos Es­ta­dos Uni­dos jus­ti­fi­ca a de­ci­são com o ar­gu­men­to de que a Tur­quia já tem uma eco­no­mia su­fi­ci­en­te­men­te de­sen­vol­vi­da, e não pre­ci­sa mais des­te ti­po de apoio ex­ter­no às ex­por­ta­ções.

Os Es­ta­dos Uni­dos de­sig­na­ram a Tur­quia como be­ne­fi­ciá­ria do pro­gra­ma GSP em 1975. Ago­ra, a ad­mi­nis­tra­ção Trump con­si­de­ra que o au­men­to do PIB “per ca­pi­ta” tur­co nos últimos anos, bem como a que­da dos ín­di­ces de po­bre­za e a di­ver­si­fi­ca­ção das su­as ex­por­ta­ções, são pro­va de que a eco­no­mia atin­giu um grau em que já não pre­ci­sa da­que­la aju­da.

Pa­ra­do­xal­men­te, a Ca­sa Bran­ca che­gou a es­sa con­clu­são nu­ma al­tu­ra em que o aba­lo da que­da da li­ra tur­ca con­ti­nua a ser uma evi­dên­cia em ter­mos do cres­ci­men­to da eco­no­mia. É cer­to que as ex­por­ta­ções têm cres­ci­do – como os em­pre­sá­ri­os por­tu­gue­ses do sec­tor têx­til bem sa­bem – mas à cus­ta das su­as pró­pri­as mar­gens, o que em ter­mos ma­cro, não é pro­pri­a­men­te um fac­tor de con­so­li­da­ção.

A imposição mú­tua de ta­ri­fas foi um pro­ces­so que co­me­çou há cer­ca de um ano, quan­do a Tur­quia se viu obri­ga­da a pro­ce­der a uma for­te des­va­lo­ri­za­ção da mo­e­da, na sequên­cia da­qui­lo que o go­ver­no de Re­cip Er­do­gan con­si­de­rou ser um “raid” nor­te-ame­ri­ca­no sobre a eco­no­mia do país euro-asiá­ti­co.

DR

Tur­quia é o mais no­vo al­vo das per­se­gui­ções co­mer­ci­ais dos Es­ta­dos Uni­dos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.