OS CUS­TOS SÃO ELE­VA­DOS

Jornal de Economia & Financas - - Entrevista -

Mui­tos cli­en­tes re­cla­mam dos al­tos pre­ços co­bra­dos pa­ra a ma­nu­ten­ção das vi­a­tu­ras, le­van­do-os a re­cor­re­rem a ofi­ci­nas par­ti­cu­la­res. Que co­men­tá­rio faz?

É pos­sí­vel que os ser­vi­ços das ofi­ci­nas re­pre­sen­tan­tes das mar­cas apli­quem pre­ços de mão-de-obra um pou­co mais ca­ros que as pe­que­nas ofi­ci­nas. Os cus­tos que te­mos com a or­ga­ni­za­ção dos nos­sos ser­vi­ços, ges­tão e ad­mi­nis­tra­ção e com a for­ma­ção pro­fis­si­o­nal, são mai­o­res.

Quan­do é que as re­pre­sen­ta­ções vão im­por­tar car­ros que vão de en­con­tro aos sa­lá­ri­os da fun­ção pú­bli­ca?

O mer­ca­do ac­tu­al tem dis­po­ní­vel uma enor­me va­ri­e­da­de de vi­a­tu­ras com pre­ços mui­to di­fe­ren­ci­a­dos. A dis­po­ni­bi­li­da­de é mui­to gran­de. É cla­ro que o ren­di­men­to das fa­mí­li­as caiu por for­ça da cri­se eco­nó­mi­ca e fi­nan­cei­ra em que país es­tá mer­gul­ga­do, pe­lo que o po­der de com­pra é nes­te mo­men­to in­fe­ri­or.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.