Ca­bin­da re­cu­pe­ra in­dús­tria madereira

Jornal de Economia & Financas - - Empresas -

O go­ver­no pro­vin­ci­al de Ca­bin­da pre­vê in­ves­tir cer­ca de 10,5 mi­lhões de eu­ros na re­cu­pe­ra­ção da in­dús­tria ma­dei­rei­ra, com in­ci­dên­cia pa­ra o com­ple­xo Pau-Ro­sa, ex-Ma­bel (Ma­dei­ras de Be­li­ze), pa­ra­li­sa­do há cer­ca de 20 anos.

Se­gun­do o se­cre­tá­rio da pro­vín­cia de Ca­bin­da pa­ra a In­dús­tria, Ge­ral­do Ndu­bo Pau­lo, o va­lor pre­vis­to de­ve­rá ser re­a­jus­ta­do, ten­do em con­ta que a em­pre­sa a quem foi ad­ju­di­ca­da a obra, em 2006, tarda em ini­ci­ar os tra­ba­lhos, ape­sar de ter re­ce­bi­do um pa­ga­men­to adi­an­ta­do.

A ma­dei­ra é ti­da co­mo um dos re­cur­sos mais va­li­o­sos e dos mais im­por­tan­tes na eco­no­mia da pro­vín­cia, em par­ti­cu­lar, e do país, em ge­ral.

No qua­dro do Pro­gra­ma Na­ci­o­nal de De­sen­vol­vi­men­to, o go­ver­no pro­vin­ci­al es­tá em­pe­nha­do em re­cu­pe­rar e re­no­var o par­que in­dus­tri­al de trans­for­ma­ção de ma­dei­ra, a sua se­gun­da mai­or fon­te de re­cei­tas de­pois do pe­tró­leo.

Num pas­sa­do re­cen­te, o sec­tor ma­dei­rei­ro ala­van­cou a eco­no­mia lo­cal com a pro­du­ção de la­mi­na­dos e pren­sa­dos (con­tra­pla­ca­dos), atra­vés das va­ri­a­das es­pé­ci­es ca­ras e ra­ras que a flo­res­ta do Mai­om­be pos­sui.

O com­ple­xo Pau-Ro­sa, ex-Ma­bel (Ma­dei­ras de Be­li­ze), foi a prin­ci­pal uni­da­de de trans­for­ma­ção de ma­dei­ra na pro­vín­cia, com uma pro­du­ção anu­al es­ti­ma­da em 15 mil me­tros cú­bi­cos de con­tra­pla­ca­dos e la­mi­na­dos e se­te mil e 500 de ma­dei­ra ser­ra­da.

Em 1994, uma ava­ria da sua cal­dei­ra, prin­ci­pal equi­pa­men­to na pro­du­ção de pren­sa­dos (la­mi­na­dos e con­tra­pla­ca­dos), pro­vo­cou a pa­ra­li­sa­ção do com­ple­xo Pau-Ro­sa.

PDN 2018-2022 re­al­ça po­ten­ci­al lo­cal

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Angola

© PressReader. All rights reserved.