Jornal de Economia & Financas : 2019-06-07

Infra-estrutura : 24 : 24

Infra-estrutura

INFRA-ESTRUTURA 24 Economia & Finanças MOBILIDADE Transporte rodoviário assume SRU FHQWR GD UHFHLWD GR VHFWRU Relatório do Ministério de tutela cifra em 17,2 mil milhões de kwanzas o total da arrecadaçã­o registada no III trimestre de 2018 com um volume de 55.777 passageiro­s e mais de dois milhões de toneladas em carga Pedro Peterson A TCUL ARRECADOU 93,4 MILHÕES DE KWANZAS NO 3º TRIMESTRE DE 2018 O sector de transporte­s nacional arrecadou no III trimestre de 2018, um montante de 17, 2 mil milhões de kwanzas em resultado da transporta­ção de 55 mil 777 passageiro­s com o ramo rodoviário a representa­r 96 por cento. Segundo o relatório do Ministério dos Transporte­s que o teve acesso, em termos de carga foram movimentad­as/transporta­das um total de 2 milhões 839 mil toneladas das quais 93 por cento pertencent­e ao ramo marítimo. Assim, foram transporta­dos um total de 23 mil passageiro­s nas rotas Mussulo, Kapossoka, Museu de Escravatur­a e Porto de Luanda, com uma variação negativa na ordem de 26 por cento, comparado com o período homólogo. As receitas arrecadada­s cifraram-se na ordem de 5 milhões 786 mil quando comparado com período homólogo constata-se um decréscimo de 26 por cento. JE províncias de Benguela, Huambo, Bié e Moxico, até a fronteira com a República Democrátic­a do Congo. O Caminho-de-Ferro de Luanda com uma extensão da linha férrea de 425 quilómetro­s, atravessan­do Luanda, Bengo, Cuanza Norte e Malanje. O de Moçâmedes, com 931 Km de extensão, projecta-se para o território mais meridional de Angola, passando pela Huíla e Cuando Cubango. Durante o período foram transporta­dos 1. 065 passageiro­s. Comparado com período homólogo, verificou-se um acréscimo de 41 por cento. Neste sector foram transporta­das 79 mil toneladas de carga diversa, relativame­nte a período homólogo, verificou-se um acréscimo significat­ivo equivalent­e a 163 por cento com realce para o CFM, devido a transporta­ção de granito. período anterior, constatou-se um decréscimo ligeiro de 3 por cento. O transporte de carga neste período apresenta uma redução equivalent­e a 38 por cento, comparado com período anterior. Ramo rodoviário Foram transporta­dos 53 mil 752 passageiro­s, registando um acréscimo de 27 por cento em comparação com período homólogo. As receitas arrecadada­s na Tcul cifraram-se em 93 milhões 440 mil kwanzas. Ramo ferroviári­o O sistema ferroviári­o está aos portos de Luanda, Lobito e Namibe, criando desta forma uma rede intermodal que serve o transporte de passageiro­s e mercadoria­s. O Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB) desenvolve a actividade comercial numa extensão de 134 mil 4 31 Km, que se estende pelas A Unicargas é responsáve­l pelo volume de carga transporta­da, por via rodoviária no total de 107 mil toneladas. Ramo aéreo Foram transporta­dos 936 mil passageiro­s, que comparado com o

© PressReader. All rights reserved.